Maior sutiã do Brasil é reformado em campanha do Outubro Rosa em MG - Cantu em Foco - O maior site de notícias online da região Cantu no Paraná

Últimas

sexta-feira, 16 de outubro de 2020

Maior sutiã do Brasil é reformado em campanha do Outubro Rosa em MG

 


O maior sutiã do Brasil, uma peça de arte que ocupa a praça central de Juruaia, no Sul de Minas, está sendo reformado em uma ação da campanha Outubro Rosa, para conscientização e prevenção ao câncer de mama.


A obra, lançada em 2015 e reformada pelo artista plástico Obreta, é 300 vezes maior que o acessório de tamanho comum, e o título de "maior do mundo" foi registrado pelo RankBrasil. Ela agora está da cor carmin, substituindo o original rosa, e terá a nova logomarca da cidade. A inauguração está prevista para esta semana.


“A arte conta com tramas e traços orgânicos que remetem às rendas utilizadas no feitio das lingeries produzidas na cidade e elementos como grãos de café, produto de grande importância na economia local. O coração que simboliza o amor e a união por um bem comum, e formas que representam a natureza como um todo. E ainda terá um laço rosa que é o símbolo da luta contra o câncer de mama”, contou Silmara Piza Bardi, presidente da Câmara da Mulher Empreendedora de Juruaia.


Segundo Silmara, diversos moradores da cidade se prontificaram a colaborar de alguma forma com as ações da campanha.


Doações para centro oncológico

De 2017 a 2019, o Centro de Oncologia da Santa Casa de Alfenas atendeu mais de 3.200 pacientes de Juruaia, segundo o próprio hospital. Por isso, em agradecimento, a campanha fará doações a este setor do hospital.


O comércio da cidade que participa da campanha está doando ao hospital parte da renda das vendas entre os dias 13 e 16 de outubro.


“Já temos adesão de mais de 40 empresas participantes", afirmou Silmara. Segundo ela, também serão doados conjuntos de lingeries para um bazar da instituição, promovido para arrecadar mais recursos financeiros.


Doações de cabelos

Na campanha ainda serão recolhidos, durante o mês de outubro, cabelos para a confecção de perucas para pacientes oncológicos, que perderam seus cabelos com o tratamento. Alguns salões da cidade se dispuseram a cortar e recolher os cabelos para as doações.


“As pessoas que cortarem seus cabelos e quiserem doar também vão ganhar um presente, fazer uma foto do antes e do depois e mandar para a gente. A ideia é fazer com que as pessoas comprem a ideia de ajudar e mudem o visual fazendo o bem. Além de alertar sobre a prevenção, autoexame”, disse Rosana Marques, diretora de uma das marcas da cidade e da Câmara da Mulher Empreendedora (CME).


O tamanho mínimo para o corte deve ser de 10 centímetros, sem restrições quanto aos tipos de cabelos ou cor. Depois de recolhidas, as mechas serão doadas para o Hospital de Alfenas, onde serão feitas as perucas.


G1 MG

Nenhum comentário: