238 especialistas em IA de 15 estados disputam vaga de diretor no Governo do Paraná - Cantu em Foco - As principais notícias da região, você encontra aqui no Cantu em Foco

URGENTE

238 especialistas em IA de 15 estados disputam vaga de diretor no Governo do Paraná

 

vaga para Diretor de Transformação Digital com foco em Inteligência Artificial (IA), aberta pelo Governo do Paraná, por meio Secretaria da Inovação, Modernização e Transformação Digital (SEI), recebeu 238 inscrições de candidatos de 15 estados brasileiros.

Anunciado no final de junho, o processo seletivo permitiu que profissionais de todo o Brasil se candidatassem para coordenar a agenda de inovação tecnológica do Estado, impulsionando a modernização dos serviços públicos por meio do uso estratégico de tecnologias emergentes, com foco em inteligência artificial, cibersegurança e governança digital. A chamada foi encerrada no último domingo, 7 de julho.

O secretário estadual da Inovação, Alex Canziani, explica que o objetivo da chamada é encontrar especialistas na área de transformação digital para auxiliar nos projetos de modernização da gestão pública voltados à população. “Em 10 dias desde o anúncio da vaga, 238 talentos do Brasil se inscreveram, representando mais de 15 estados interessados em disputar essa posição no Paraná”, disse.

“Essa é uma ação inédita no governo estadual, principalmente na busca de um profissional focado na questão da inteligência artificial. Queremos transformar o Paraná num estado referência em inteligência artificial no País”, afirmou.

Dos inscritos, 136 são provenientes do Paraná, representando mais da metade das candidaturas à vaga (57,14%). O segundo estado com mais inscritos é São Paulo, com 50 candidatos, seguido por Minas Gerais com 6, Rio Grande do Sul e Santa Catarina com 5 cada e o Distrito Federal, Rio de Janeiro e Ceará com 3 cada. Também se candidataram especialistas em inovação de Goiás, Amazonas, Rondônia, Alagoas, Pará, Pernambuco e Mato Grosso.

Dentre as faixas etárias com maior abrangência estão os candidatos entre 31 e 40 anos, com 82 inscritos, e entre 41 e 50 anos, com 90 inscritos.

Para se candidatar à vaga, os candidatos precisavam ter graduação em Tecnologia da Informação, Engenharia, Administração Pública ou áreas correlatas, além de pós-graduação ou mestrado em Transformação Digital, Inteligência Artificial ou Gestão Pública. Em termos de qualificação acadêmica, 105 dos inscritos possuem pós-graduação, 47 possuem mestrado e 24 possuem doutorado.

Com a etapa de cadastro concluída, o próximo passo será o mapeamento de comportamento dos inscritos, para que sejam escolhidos os candidatos para as entrevistas. Antes da contratação, o profissional será avaliado por uma banca composta por membros do governo estadual, representantes do setor privado e especialistas de recursos humanos, a serem definidos.

DIRETRIZES DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL – O novo diretor irá trabalhar de acordo com as Diretrizes para Adoção da Inteligência Artificial na Administração Pública Estadual. Trata-se de um documento que delineia as iniciativas e ações já empreendidas pelo governo para aproveitar todo o potencial da IA na melhoria dos serviços públicos, na eficiência da gestão e no desenvolvimento socioeconômico do Paraná, e também aponta caminhos para o futuro.

O plano inclui questões como ética, transparência e regulação e propõe diretrizes para o uso responsável da IA, em conformidade com princípios éticos e a legislação vigente, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Ele também prevê uma série de medidas para capacitação do corpo técnico, modernização da infraestrutura, estabelecimento de parcerias estratégicas com o setor privado e universidades e promoção do ecossistema de inovação no Estado.

Nesta semana, o Governo do Estado instituiu uma governança relacionada à adoção da Inteligência Artificial, com participação de diversos órgãos estaduais.

SEI – A pasta é responsável por formular e implementar políticas de inovação e transformação digital, visando a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos e o desenvolvimento econômico do Estado. Entre suas atribuições estão a coordenação de sistemas de informação em inovação, a simplificação de processos administrativos, a promoção de uma gestão pública eficiente e a integração de órgãos e entidades do setor.


AEN