Tecnologias de aprendizagem levam 15 mil pessoas ao estande da Educação no Connect Week - Cantu em Foco - As principais notícias da região, você encontra aqui no Cantu em Foco

URGENTE

Tecnologias de aprendizagem levam 15 mil pessoas ao estande da Educação no Connect Week

 


A educação gamificada e o uso das plataformas pedagógicas como métodos essenciais ao apoio da aprendizagem dos estudantes e na mensuração do desempenho escolar foram alguns destaques apresentados pela Secretaria Estadual da Educação (SEED) no Connect Week, um dos principais eventos nacionais de fomento à inovação e tecnologia, realizado em Curitiba.


Cerca de 15 mil pessoas passaram pelo espaço da Seed no stand do Governo, entre terça a sexta-feira (18 a 21). No espaço, 12 técnicos da Educação, além de palestrantes se revezaram para atender ao público.


Para demonstrar o forte impacto que a aliança entre tecnologia e aprendizagem tem exercido no processo educacional dos alunos da rede estadual, a Secretaria da Educação apresentou algumas das principais tecnologias implementadas nas escolas, oferecendo aos visitantes a oportunidade de conhecer algumas das experiências e materiais que têm transformado a vivência e o aprendizado tecnológico dos estudantes.


Foi demonstrado o funcionamento das plataformas Matific (de ensino de Matemática), Leia Paraná (que fomenta o gosto pela leitura e desenvolve competências leitoras), Redação Paraná (apoio aos estudantes no desenvolvimento da escrita) e Inglês Paraná (criado para favorecer o processo de ensino e aprendizagem da Língua Inglesa).


Quem passou pelo estande pôde testar seus próprios conhecimentos, por meio da realização dos quizzes e testes disponíveis. Este ano, somente pela plataforma Matific, mais de 24 milhões de atividades foram realizadas por estudantes da rede estadual de todo o Paraná. Já pela plataforma Redação Paraná, mais de 2 milhões de textos foram produzidos e, pela Leia Paraná, mais de 324 mil leituras de livros foram finalizadas, somente em 2024.

“A ampla gama de recursos educacionais como vídeos, jogos educativos, simuladores, quizzes e bibliotecas digitais disponibilizados pelas plataformas da rede estadual de ensino, tem tornado o aprendizado mais dinâmico e envolvente, além de fornecerem múltiplas formas de abordar um mesmo tópico, facilitando a compreensão e a retenção do conteúdo", afirma Claudio Aparecido de Oliveira, diretor de Tecnologia e Inovação da Seed-PR. 


“É importante que o público tenha esta oportunidade de contato com o que tem sido realidade entre os estudantes da rede estadual para compreender o impacto positivo que tais recursos têm desempenhado na aprendizagem”, reitera.


Outros destaques da Educação apresentados no Connect Week foram o EduTech (voltado ao ensino do componente de Programação) e também a inserção do componente de Robótica na grade curricular. A demonstração dessas ferramentas se deu por meio da exibição de protótipos multifuncionais, desenvolvidos com os recursos disponíveis na rede de estadual ensino, e também com instrumentos de apoio à aprendizagem utilizadas diariamente em sala de aula, proporcionando uma visão abrangente dos avanços tecnológicos na educação pública.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E CAPACITAÇÕES – O Desafio Paraná também esteve entre os destaques da Educação na exposição. Para os visitantes, demonstrações das ferramentas pedagógicas para criação de material didático 100% autoral, mostraram que as atividades a serem realizadas pelos alunos por meio da plataforma podem ser, não somente dinâmicas, como personalizadas. Uma delas, a Quizzis AI, por exemplo, possibilita ao professor elaborar testes com diversas questões relativas a qualquer tema abordado em sala, por meio de Inteligência Artificial.


Outro recurso personalíssimo, viabilizado por meio da plataforma de aprendizagem Quizzis, são as chamadas “acomodações". "O recurso é como uma personalização da visualização de uma atividade para estudantes em situações específicas como, dislexia, baixa visão ou cegueira, por exemplo. O recurso permite que as atividades sejam acessadas de acordo com a necessidade do aluno, garantindo a aprendizagem acessível e inclusiva”, destaca Cláudio Aparecido de Oliveira.

FORMAÇÃO CONTINUADA – Ainda no ensejo dos recursos facilitadores proporcionados por meio da tecnologia, disponibilizados pela rede de ensino aos professores, o Grupo de Estudos Formadores em Ação, programa de formação continuada da rede de ensino do Estado, também marcou presença no Connect Week. 


“Lançar mão de recursos de tecnologia pedagógica demanda também que os profissionais estejam habilitados para utilizá-los. Por esse motivo, estamos investindo na capacitação dos professores da rede, a fim de desenvolverem suas habilidades e conhecimento prático das plataformas de aprendizagem, por meio de cursos oferecidos no Formadores em Ação”, explica o diretor de Tecnologia e Inovação da Seed-PR. 


No espaço foram apresentados os temas relativos ao uso das tecnologias em sala de aula que são acordados durante o grupo de estudos, com foco nas boas práticas da aplicação dos recursos digitais educacionais e também no processo de ensino dos componentes de Programação e Robótica.


AEN