Vacina bivalente contra a Covid-19 está disponível para todos os grupos prioritários - Cantu em Foco - As principais notícias da região, você encontra aqui no Cantu em Foco

URGENTE

Vacina bivalente contra a Covid-19 está disponível para todos os grupos prioritários

 

A Secretaria estadual da Saúde (Sesa) recomendou nesta segunda-feira (20) a aplicação da vacina bivalente contra a Covid-19 para todos os grupos prioritários em locais onde há doses disponíveis. A orientação segue as recomendações do Ofício Circular 50/2023 da Secretaria de Vigilância em Saúde e Ambiente (SVSA) do Ministério da Saúde.

Inicialmente, o governo federal determinava que as doses de bivalente deveriam ser aplicadas de maneira escalonada – concluindo um grupo para iniciar a vacinação em outro e assim por diante. Agora, segundo o documento, considerando a entrega oportuna dos imunobiológicos pelos fornecedores e a capacidade operacional de distribuição de doses aos estados, o Ministério da Saúde recomenda a aplicação para todos os contemplados dentro dos grupos prioritários, sem escalonamento.

Desde o início da vacinação com a bivalente da Pfizer/BioNTech, o Paraná recebeu pouco mais de 1 milhão de doses. Distribuídas aos municípios, essas vacinas foram destinadas para parte dos grupos prioritários, mas, de acordo com o Vacinômetro Nacional, apenas 203 mil foram aplicadas.

“Acreditamos que hoje no Paraná tenham sido aplicadas cerca de 25% das doses enviadas, considerando o tempo entre a aplicação e o registro no sistema. Este número é muito baixo e, por isso, agora orientamos que os municípios que possuem doses disponíveis ampliem essa imunização para todos os grupos prioritários”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, César Neves.

Os grupos prioritários incluem idosos acima de 60 anos, pessoas vivendo em Instituições de Longa Permanência a partir de 12 anos e trabalhadores dessas instituições, imunocomprometidos (também a partir de 12 anos), indígenas, ribeirinhos e quilombolas (acima de 12 anos), gestantes e puérperas, trabalhadores da saúde, pessoas com deficiência permanente (a partir de 12 anos), população privada de liberdade e adolescentes em medidas socioeducativas e funcionários dessas unidades.

Para abranger integralmente toda a população elencada como prioritária nos grupos determinados, o Paraná precisa de 2,6 milhões de doses. Destas, 1.029.876 já foram entregues e distribuídas. Agora, o Estado aguarda o envio de mais 1,5 milhão de vacinas pelo Ministério da Saúde.


AEN