No Paraná, médico cria dispositivo inovador para tratar varizes e abre centro de treinamento - Cantu em Foco - As principais notícias da região, você encontra aqui no Cantu em Foco

URGENTE

No Paraná, médico cria dispositivo inovador para tratar varizes e abre centro de treinamento

 

Com as inovações, consultório dobrou faturamento; inovação contou com o apoio do Sebrae Paraná, por meio do Sebraetec

Médico Daniel Amatuzi e equipe. Divulgação. 

Daniel Amatuzi é médico em Maringá, no Paraná, onde atua no tratamento da doença venosa há mais de 15 anos. Após desenvolver uma tendinite em um dos polegares, dado o volume de cirurgias de varizes que realizava, o médico inovou e criou um protocolo único e exclusivo que dispensou a necessidade da realização de cirurgias para tratamento de varizes, sendo todo o procedimento realizado com o laser.

Depois de estudar métodos tradicionais e alternativas inovadoras, Amatuzi desenvolveu seu próprio método para tratar varizes. “Criamos a técnica ATTA (Ablação Térmica Total Assistida), que dispensa cirurgia, em 2019. Estabelecemos protocolo detalhado fase a fase e todos os cuidados, desde a consulta diferenciada até a técnica, passando pelo cálculo exato da potência para tratar a veia sem danificar a pele”, explica. A técnica é ambulatorial, assim o paciente pode voltar para casa no mesmo dia do procedimento, andando.

Para facilitar o procedimento, o médico criou um produto próprio, o ATTA Control. Trata-se de um dispositivo que auxilia o uso da fibra do laser para tratar varizes, promovendo proteção contra contaminações. Para o aprimoramento do dispositivo e conquista de patente, Amatuzi contou com apoio do Sebraetec, que oferece serviços tecnológicos para empresas, de forma subsidiada.

Amatuzi recorreu novamente ao Sebrae Paraná para lapidar a ideia de um centro de treinamento, obtendo respaldo em gestão e planejamento estratégico. Começava um novo tempo para o consultório, aberto em 2012, com foco em cirurgia vascular. Com resultados e feedback positivo dos pacientes, a solução precisava ultrapassar os limites do consultório. 

Os treinamentos para profissionais que quisessem aprender sobre a técnica foram estruturados em 2020, até que Clínica ATTA Concept se tornou um centro de treinamento de referência para cirurgiões vasculares do Brasil e da América Latina. Mais de 58 profissionais já participaram do treinamento. As turmas são abertas quinzenalmente. 

“Não é simples, mas ver os profissionais passando por uma curva de aprendizado, todos estão conseguindo bons resultados, felizes e satisfeitos, com mudanças positivas na carreira e na vida dos pacientes, é gratificante”, declara Amatuzi.

Desde que as inovações foram aplicadas e com o apoio do Sebrae Paraná, o negócio cresceu e dobrou o faturamento. O objetivo é sustentar a expansão e fazer novas parcerias com profissionais do Brasil e de do exterior.

Segundo a consultora Letícia Albuquerque, o Sebrae Paraná tem atuado no fomento à inovação na saúde. Ela avalia que o projeto da ATTA, demostra como essa jornada fez com que uma ideia saísse do papel e se concretizasse em um novo produto para o mercado. O projeto entrou para a lista dos 30 casos de sucesso do Brasil em inovação, em 2021, um reconhecimento do Sebrae Nacional, impactando diretamente o ecossistema de saúde de Maringá.

“Foi um caso que envolveu processo de sensibilização, construção e validação. A implementação da inovação é uma forma de reposicionar os negócios e de fazer com que o dia a dia do médico e a vida do paciente seja impactada positivamente. O projeto se torna um case não só para o Sebrae, mas para o ecossistema que é movimentado pelo Hub de Saúde, desde 2019”, comenta Letícia.