Diretor-geral Brasileiro Da Itaipu Binacional Recebe Título De Cidadão Benemérito Na Assembleia Legislativa - Cantu em Foco - As principais notícias da região, você encontra aqui no Cantu em Foco

URGENTE

Diretor-geral Brasileiro Da Itaipu Binacional Recebe Título De Cidadão Benemérito Na Assembleia Legislativa

 

Anatalicio Risden Junior, diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, recebe o título de Cidadão Benemérito do Paraná.. Créditos: Dálie Felberg/Alep

Sessão solene com direito a público vai se tornar cada vez mais comum novamente na Assembleia Legislativa do Paraná. Com a reabertura da Casa, os deputados Maria Victoria (PP) e Elio Rusch (União), entregaram, presencialmente, no fim da tarde desta segunda-feira (18) o título de Cidadão Benemérito do Paraná ao almirante Anatalicio Risden Junior, diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, em uma sessão solene no Plenário da Casa, sob a presidência do primeiro vice-presidente, deputado Tercílio Turini (PSD). “Para nós é uma honra imensa, um orgulho e uma homenagem merecida a toda a trajetória e a tudo que ele contribuiu e contribui para o estado do Paraná”, afirmou Maria Victoria. “O trabalho que o almirante Risden tem feito no Brasil e no Paraná tem sua marca. E, tenho certeza que, quando o presidente Jair Bolsonaro escolheu o almirante Risden para dirigir Itaipu, sabia que a maior das nossas grandes empresas de energia estaria em boas mãos”, acrescentou Rush.

O título de Cidadão Benemérito é dado às personalidades nascidas no estado onde ocorre a entrega. Além disso, o homenageado deverá ter reputação ilibada e conduta pessoal e profissional irrepreensíveis, que tenha prestado relevantes serviços de abrangência estadual e de contribuição significativa para todo o estado do Paraná. É o caso de Risden Júnior. Afinal, o bacharel em Ciências Navais, com especialização em Intendência para Oficiais, e pós-graduação em Administração Financeira pela Escola de Pós-graduação em Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV), com mestrado em Ciências Navais e doutorado em Altos Estudos de Política e Estratégia – Marítimas, está à frente de uma das maiores geradoras de energia do mundo.

Ele foi ainda diretor de Coordenação do Orçamento da Marinha (COrM) e responsável pelo diálogo institucional entre a Força Naval e demais órgãos do orçamento federal, como o Ministério da Defesa, o Ministério da Fazenda e o Ministério do Planejamento. Nesse período, 2015, conduziu as tratativas que resultaram no modelo financeiro que viabilizou o Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub). De 2015 a 2019, atuou como consultor da Fundação Getúlio Vargas. Em 2018, compôs a equipe econômica de transição do governo de Jair Bolsonaro.

Almirante Risden assumiu o cargo de diretor financeiro executivo da Itaipu Binacional em 26 de fevereiro de 2019. Em fevereiro deste ano assumiu a direção-geral do lado brasileiro da Itaipu. Curitibano de nascimento, ele saiu do estado aos 17 anos e retornou justamente para assumir a função. “Me sinto extremamente honrado e feliz, porque acho que é o coroamento de toda uma vida profissional mais de 40 anos depois que deixei o Paraná. Também me sinto privilegiado, porque essa homenagem me faz rememorar todos os passos que tive durante minha trajetória”, destacou Risden. “A única recomendação que recebi do presidente ao assumir este cargo foi: vá e faça. E é o que tenho feito. Um desafio e uma grande honra”, completou, emocionado.

Participações

A entrega do título teve a presença do vice-governador Darci Piana, da ex-governadora e integrante do Conselho de Administração de itaipu, Cida Borghetti, e os deputados Soldado Fruet (PROS) e Plauto Miró (União).  “Fico feliz do nosso almirante estar voltando para casa. Nada mais merecido que homenagear alguém tão ilustre comandando uma das maiores empresas do mundo”, exaltou Piana.

A Itaipu

A Itaipu Binacional está localizada no rio Paraná, na fronteira entre o Brasil e o Paraguai, e é responsável pela produção de cerca de 8% da energia consumida pelos brasileiros e 86% da consumida pelos paraguaios.

Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW (megawatts) de potência instalada, Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido 2,8 bilhões de MWh (megawatt/hora) desde 1984, ano em que iniciou as operações. Em 2021, bateu seu terceiro recorde consecutivo de produtividade. A marca de 1,098 MW produzidos a cada metro cúbico por segundo de água foi a melhor em 37 anos de operação.

Além da produção de energia, Itaipu faz aportes financeiros com foco no desenvolvimento econômico e social da região de Foz do Iguaçu, com obras como a construção da Ponte da Integração Brasil-Paraguai, iniciada em agosto de 2019, e suas vias de acesso. A estrutura conectará Foz do Iguaçu, no Brasil, ao município de Hernandárias, no Paraguai. As obras estão com mais de 76% da construção concluída. O investimento no projeto é de R$ 323 milhões. Em paralelo, está sendo construída a Perimetral Leste, uma rodovia de 15 quilômetros de extensão e que fará a conexão da Ponte da Integração e a nova aduana argentina às rodovias BR-469 e BR-277.  Outra obra que beneficia a região é a modernização e ampliação da pista do Aeroporto Internacional das Cataratas/Foz do Iguaçu, iniciada em agosto de 2019 e concluída em abril de 2021, a maior pista do estado.

A hidrelétrica tem ainda cuidados reconhecidos na preservação ambiental. Entre eles, os mais de 100 mil hectares de áreas protegidas do lado brasileiro da Itaipu, reconhecidos pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) como Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, o maior status de proteção ambiental global.

ALEP