Rede Elétrica Inteligente da Copel chega a mais sete municípios do Centro-Sul - Cantu em Foco - As principais notícias da região, você encontra aqui no Cantu em Foco

URGENTE

Rede Elétrica Inteligente da Copel chega a mais sete municípios do Centro-Sul


 Por meio do programa Rede Elétrica Inteligente, maior do gênero na América Latina, a Copel começou a instalação de medidores inteligentes em mais sete municípios da região Centro-Sul do Paraná. O investimento é uma troca tecnológica sem custo algum para o consumidor e sem mudanças na conta de luz.


Candói, Espigão Alto do Iguaçu, Reserva do Iguaçu, Cantagalo, Marquinho, Virmond e Porto Barreiro entraram no calendário de implantações da nova tecnologia que irá substituir os medidores de energia atuais, criando uma comunicação direta e em tempo real com o Centro Integrado de Operação da Distribuição da Copel.


Com o novo sistema, a leitura de consumo passa a ser remota, o que facilita o controle de toda a rede elétrica, desde a subestação até o consumidor final. Além disso, o consumidor terá autonomia para monitorar o seu uso de energia por meio do aplicativo da Copel para celular.


Os sete municípios que estão recebendo os medidores inteligentes completam a primeira etapa do programa, que está em implantação em 73 cidades das regiões Centro-Sul, Sudoeste e Oeste do Paraná, em um investimento de R$ 252 milhões, com benefício direto a 1,5 milhão de paranaenses (462 mil unidades consumidoras).

Até o momento, a Copel substituiu 300 mil equipamentos. Até a metade do ano, a expectativa é chegar a 390 mil medidores inteligentes.


REDE INTELIGENTE – A Copel também está implantando sensores e dispositivos de controle à distância que permitem que a rede de energia se religue automaticamente. Nos casos em que eventualmente isso não ocorra, a Companhia poderá detectar e sanar eventuais problemas de desligamento a partir do Centro Integrado de Operação da Distribuição, em Curitiba.


“Vamos saber exatamente qual é o status da rede de energia do consumidor naquele momento, podendo detectar problemas com antecedência, mesmo antes do cliente descobrir que tem alguma falha”, explica o gerente de projetos especiais da Copel, Tiago Augusto Silva Santana.


Quando houver necessidade de intervenção de técnicos, o centro saberá indicar o ponto exato que gerou a queda de energia, agilizando o tempo para o restabelecimento, ampliando a qualidade de vida nos municípios e a segurança para o agronegócio e as indústrias, além de evitar danos aos eletrodomésticos.

INSTALAÇÃO SEM CUSTO – A implantação dos medidores inteligentes e dos sensores na rede não tem custo para o consumidor e também não irá alterar a conta de luz. As empresas contratadas para a implantação dos medidores inteligentes nos últimos sete municípios da primeira etapa do Rede Elétrica Inteligente são a Spin e a Chico Elétrico.


Os consumidores devem estar atentos às identificações no veículo e no crachá dos profissionais que estão fazendo a instalação, para conferir se são efetivamente contratados pela terceirizada.


FATURA DIGITAL – Com a medição de energia executada de maneira totalmente digital, a Copel trabalha para automatizar o processo de leitura do consumo, o que reduzirá as emissões de carbono e os riscos de acidente com o deslocamento dos leituristas que hoje visitam mensalmente as quase 5 milhões de unidades consumidoras da concessionária de distribuição, em todo o Paraná.


O consumidor pode aderir à fatura digital da Copel, que é entregue diretamente por e-mail ou via aplicativo, evitando a impressão em papel. A adesão pode ser feita pelo site www.copel.com ou pelo aplicativo da Copel, disponível gratuitamente nas lojas virtuais Google Play e App Store.


Além disso, a cada cliente que opta pela fatura digital, a Copel doa R$ 2 para as ações de combate à Covid-19 no Paraná. Se a conta entrar para o débito automático, são mais R$ 3 doados. A ação não tem custos para o consumidor.


O cadastro de débito automático também pode ser feito pelos canais virtuais de atendimento. No Banco do Brasil, é preciso informar o número do convênio: 13896. Além disso, é importante confirmar com o banco se a adesão foi concretizada e acompanhar os débitos mensalmente.

HISTÓRICO – O programa Rede Elétrica Inteligente nasceu como projeto-piloto em 2018, em Ipiranga, nos Campos Gerais, abrangendo cinco mil unidades consumidoras nas áreas urbana e rural do município com ótimos resultados. Em 2019, a Copel inaugurou o Centro Integrado de Operação da Distribuição, em Curitiba, e adquiriu a solução ADMS (Advanced Distribution Management System, ou Sistema Avançado de Gerenciamento de Distribuição), sistema mais moderno do mercado para gestão de redes de energia.


BENEFÍCIOS PARA O CONSUMIDOR – Menos desligamentos e de menor duração: monitorado de forma remota e integrado aos demais dispositivos de operação, o medidor inteligente permite à Copel localizar com precisão o ponto onde ocorreu o desligamento na rede, isolar o defeito e enviar rapidamente uma equipe para o local do problema.

Religação automática: o programa é composto de sistemas de reconfiguração de rede (religadores automáticos) e reguladores de tensão que em tempo real se integram aos sistemas de informação e têm potencial para integrar outros serviços no futuro, como microgeração distribuída, tecnologias de armazenamento de energia, iluminação pública inteligente e abastecimento de carros elétricos.


Controle do consumo: o medidor inteligente fornece ao cliente informações para subsidiar o controle do consumo pelo aplicativo da Copel, mostrando, por exemplo, quais equipamentos estão influenciando mais no gasto de energia.


Leitura à distância: a leitura do consumo nas residências será feita de forma remota e automática.


Qualidade da energia: o medidor também permite à Copel monitorar a qualidade do fornecimento às unidades consumidoras a partir de variáveis como tensão, corrente e potência, antecipando possíveis falhas.

AEN