Estado faz segunda entrega de 2022 de alimentos não perecíveis da merenda escolar - Cantu em Foco - As principais notícias da região, você encontra aqui no Cantu em Foco

URGENTE

Estado faz segunda entrega de 2022 de alimentos não perecíveis da merenda escolar


 O Governo do Estado iniciou nesta semana a segunda entrega de alimentos não perecíveis da merenda escolar para as mais de 2,1 milhões de instituições estaduais de ensino do Paraná. A chegada às unidades continua até a primeira semana de abril. O investimento é de quase R$ 13 milhões. Até o final do ano estão previstas mais três remessas.


“Sempre asseguramos que os itens necessários para a alimentação escolar estejam nas nossas escolas, garantindo o preparo de refeições do primeiro até o último dia de aula dos nossos estudantes. Para isso, continuamos realizando com muita responsabilidade o nosso trabalho para aquisição, armazenamento e distribuição, tudo para que a qualidade esteja sempre impecável”, destacou o diretor-presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional – Fundepar, Marcelo Pimentel Bueno.

Entre os itens recebidos estão: achocolatado em pó, arroz, biscoitos, canjica, cereal, manteiga, farinha, macarrão, molho de tomate, sal, farinha de trigo, entre outros. Alguns destes produtos, como biscoitos, macarrão e achocolatado, têm versões específicas para os alunos que possuem necessidades alimentares especiais, como diabéticos, celíacos e lacto intolerantes.


Os gêneros alimentícios da chamada merenda seca são inspecionados pelo Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), que faz o controle de qualidade, e entregues pelos fornecedores na unidade armazenadora do IDR - Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Os produtos são previamente separados, pesados e acondicionados de acordo com o padrão de armazenagem, para que sejam identificados pelas escolas, seguindo as guias da Fundepar.


NA ESCOLA – O Colégio Raulino Costacurta, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, recebeu cerca de 529 quilos de alimentos, que serão utilizados para refeições de aproximadamente 900 estudantes dos ensinos fundamental, médio e da educação de jovens e adultos.


Quando chegam à escola, os produtos são verificados quanto à qualidade e à quantidade. A guia da remessa é assinada e as informações são inseridas no Sistema Merenda Escolar, desenvolvido pela Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar).

Para finalizar o processo, os produtos são retirados das embalagens secundárias, higienizados, armazenados nas despensas e organizados pela validade para serem utilizados no preparo das refeições.


“Os alimentos entregues são de extrema importância para os alunos, são refeições que fazem a diferença, inclusive para o aprendizado deles”, explicou a merendeira e responsável pelo estoque do Colégio Raulino Costacurta, Darci de Andrade.

AEN