Mais de 3,8 mil alunos da rede municipal voltam às aulas presenciais nesta segunda-feira, 7 - Cantu em Foco - As principais notícias da região, você encontra aqui no Cantu em Foco

URGENTE

Mais de 3,8 mil alunos da rede municipal voltam às aulas presenciais nesta segunda-feira, 7

 


Retornam nesta segunda-feira (07), as aulas presenciais na rede municipal de ensino em Laranjeiras do Sul. A exceção fica por conta dos alunos matriculados no Centro Municipal de Educação Infantil Nossa Senhora das Graças. Em virtude da chuva e também pela complexidade do trabalho, as obras de adequação do seminário para a creche, não serão concluídas dentro do prazo. Por isso, naquele Cmei as aulas vão começar no decorrer da próxima semana. 


As demais unidades todas estão preparadas para receber os alunos de acordo com os protocolos vigentes de prevenção ao coronavírus, que devem ser seguidos pelos pais, professores e alunos. Segundo a Secretaria Municipal de Educação, ao todo, 22 unidades de ensino entre escolas e CMEIs devem receber aproximadamente 3.880 alunos matriculados para o ano letivo, e conforme a exigência da Secretaria de Saúde, toda a comunidade escolar irá cumprir as medidas sanitárias de combate à disseminação da Covid-19.
 
Os planos de contingência das escolas e dos Cmeis, que foram aprovados pela Vigilância Sanitária no ano de 2021, salvo algumas alterações, seguirá sendo adotado. As unidades escolares seguirão fazendo uso do álcool em gel na entrada das escolas e nos diversos ambientes escolares, o uso de máscara segue sendo obrigatório e os casos suspeitos e confirmados serão monitorados caso a caso. Cada criança deverá continuar levando sua garrafa e os materiais não poderão ser compartilhados. As Unidades escolares estarão apresentando na primeira semana as orientações que devem ser seguidas. Os pais devem orientar os filhos a utilizar máscaras de proteção e seguir as recomendações das instituições. A Secretaria Municipal de Educação orienta para que os pais não levem para a escola crianças com sintomas da covid-19. 

Assessoria