Governo e Socipar discutem implantação de uma nova ponte entre Paraná e Mato Grosso do Sul - Cantu em Foco - As principais notícias da região, você encontra aqui no Cantu em Foco

URGENTE

Governo e Socipar discutem implantação de uma nova ponte entre Paraná e Mato Grosso do Sul

 


O governador Carlos Massa Ratinho Junior se reuniu na manhã desta segunda-feira (31), por meio de videoconferência, com representantes da Sociedade Civil Organizada do Paraná (Socipar) e demais autoridades, para discutir a viabilidade da construção de uma nova ponte entre o Paraná e Mato Grosso do Sul, ligando os municípios de São Pedro do Paraná (PR) e Porto São João (MS), para o escoamento da produção agrícola.


A ponte faz parte de um projeto ainda mais amplo, que inclui a duplicação da BR-376, conhecida como a Rodovia do Agronegócio Brasileiro, pela grande quantidade de caminhões que transportam a safra sul-mato-grossense, passando pelo Paraná a caminho do Porto do Paranaguá. A estimativa de custo da obra é de cerca de R$ 350 milhões.


Para dar seguimento ao projeto de construção da ponte, a Itaipu deve financiar os Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA), a fim de identificar os impactos sobre o Rio Paraná e o desenvolvimento regional. Avaliado em R$ 3 milhões, o convênio tramita internamente e ainda não tem data para ser assinado.

“Junto ao Governo do Mato Grosso do Sul, conseguimos fazer um encaminhamento para que a Itaipu bancasse o EVTEA. É um passo muito importante e acredito que a licitação passe a rodar nos próximos dias”, disse o governador.


O secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, defendeu a importância da obra para criar um eixo de desenvolvimento regional e local e destacou que ela encurtará as viagens em mais de 130 quilômetros. “Com a ponte, muda a realidade, o traçado é outro. Você encurta o caminho e esse é o nosso objetivo”, ressalta o secretário.

Para o presidente da Socipar, Demerval Silvestre, a ponte terá como objetivo ligar o setor produtivo e será fundamental para a economia do Estado, principalmente por conta dos avanços a serem promovidos no setor logístico, mas também em outras áreas.


“Paraná e Mato Grosso do Sul são dois grandes produtores rurais que compartilham as mesmas estradas para escoamento da produção com destino ao Porto de Paranaguá. A construção da ponte vai alavancar o desenvolvimento regional e incentivar outros investimentos locais em turismo e hotelaria”, acrescentou.

PRESENÇAS – Também participaram da reunião o secretário estadual de Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara; o deputado estadual Ricardo Arruda; e o diretor da Faep (Federação da Agricultura do Paraná) e vice-presidente da Socipar, Ivo Pierin.

AEN