Saúde Mental é foco do novo curso do Estado para médicos da Rede de Atenção - Cantu em Foco - As principais notícias da região, você encontra aqui no Cantu em Foco

URGENTE

Saúde Mental é foco do novo curso do Estado para médicos da Rede de Atenção


 O Curso de Psicofarmacologia ofertado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) é mais uma ferramenta utilizada para o atendimento às demandas do pós-Covid-19 a partir desta quarta-feira (1º). Os principais objetivos desta capacitação para médicos são aperfeiçoar e atualizar os conhecimentos para a elaboração de prescrição de medicamentos psiquiátricos (psicofármacos).


São 500 vagas disponibilizadas para profissionais médicos que atuam na Rede de Atenção do Paraná, e que terão a oportunidade de aprofundar ainda mais o conhecimento em prescrever um medicamento controlado ao paciente da forma mais correta e assertiva.


“Este curso de Psicofarmacologia para a Atenção Primária é fundamental. Pedi que preparassem esse conteúdo para ofertar aos colegas de profissão. As aulas possibilitarão uma atualização na prescrição médica, que agora vamos precisar muito, já que existirá uma lacuna grande nesse sentido. Existem especialistas, mas precisamos fornecer novas ferramentas à nossa Rede de Saúde como um todo”, explicou o secretário de Saúde, Beto Preto.


Em julho deste ano, a Secretaria apresentou à Comissão Intergestores Bipartite (CIB) o Projeto de Organização da Saúde Mental no Estado, tendo como foco o impacto gerado pela pandemia da Covid-19 nos habitantes do Paraná e também as sequelas da pandemia. Dentre as várias ações apresentadas na ocasião, a capacitação profissional foi um dos compromissos firmados.

Atualmente a Sesa investe mensalmente junto ao Serviço Integrado de Saúde Mental cerca de R$ 467 mil, utilizados em estratégias para funcionamento dos Centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas e Unidade de Acolhimento de pacientes.


“O atual contexto da pandemia alterou a vida como um todo, nas relações sociais, familiares, de trabalho, e principalmente nossos sentimentos e emoções. Somos impactados diariamente com números e fatos mundiais que acabam gerando consequências para a saúde mental, por isso precisamos alinhar as ações para este momento”, complementou Beto Preto.


A formação foi organizada pela Escola de Saúde Pública do Paraná (ESPP), vinculada à Diretoria Geral da Sesa, e que atua na elaboração e coordenação da Política de Educação Permanente em Saúde no Paraná, contribuindo com o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS).


“As abordagens dos conteúdos serão nas classes terapêuticas, protocolos, interação medicamentosa, entre outras. O curso é aberto e os profissionais poderão se inscrever a qualquer momento no Avasus. Ao final da formação, o participante ganha um certificado da Escola e da Sesa”, disse o diretor da ESPP, Edevar Daniel.

PRESENÇAS – O lançamento do curso contou com a presença da diretora de Atenção e Vigilância em Saúde, Maria Goretti David Lopes, do coordenador da Câmara Técnica de Psiquiatria do Conselho Regional de Medicina (CRM-PR), Marco Antonio Bessa; e dos professores envolvidos na elaboração desta formação, Sabrina Stefanello e Deivisson Viana dos Santos.

AEN