Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação apresenta fundamentos para agenda 2022-2024 - Cantu em Foco - As principais notícias da região, você encontra aqui no Cantu em Foco

URGENTE

Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação apresenta fundamentos para agenda 2022-2024

 


O Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação (CMCTI), presidido pelo secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pato Branco (SMCTI), Giles Balbinotti, apresentou no início da tarde de segunda-feira (13), os quatro fundamentos que nortearão as atividades do setor de 2022 a 2024. A iniciativa envolve entidades públicas e privadas, em um plano estratégico de ação para manter o município entre as cidades inteligentes. A apresentação do plano ocorreu no auditório do Sebrae.

 

Os fundamentos foram elencados após workshops realizados durante todo o ano de 2021 e definidos juntos das entidades representadas no Conselho.

 

“Foram vários workshops e entrevistas para entender as ‘dores’ do município e da região, sobretudo do município, em relação à ciência, tecnologia e inovação”, explica o presidente do Conselho. “A partir disso, foi construído um plano em conjunto com todas as áreas envolvidas nesse ecossistema e chegamos nesse resultados”.

 

A metodologia usada para elaboração do plano foi a Hoshin Karin, um sistema de planejamento, execução e desdobramento de estratégias das organizações, derivado do método de Gestão da Qualidade Total (TQM).

 

Por ele foram elencados quatro fundamentos principais, com objetivos específicos e a forma como eles serão alcançados. Sendo eles:

 

1) Potencializar o Capital humano: Ter capital humano qualificado para atender a demanda do ecossistema local de inovação, medido a partir do índice de satisfação das empresas com profissionais qualificados

 

2) Ecossistema local de inovação: Aproximar o setor produtivo das instituições de ensino; apresentar estrategicamente o ecossistema local para diferentes públicos.


3) Ambiente Legal: Aprovar a Lei Municipal de Inovação com fundo municipal CT&l; realizar a gestão do planejamento estratégico do CMCTI.

 

4) Infraestrutura Tecnológica: Disponibilizar internet de última geraão para todos; implementar a digitalização dos serviços públicos ao cidadão.

 

De acordo com o presidente do Conselho, a partir destas metas vitais será possível abarcar todo o município, evitando gargalos e garantindo o status de cidade inteligente para Pato Branco.

 

“São objetivos para quatro anos, mas com um olhar para Pato Branco de 30 anos. Isso, para transformar Pato Branco em uma cidade pólo para o desenvolvimento e atrativa para as empresas.  Queremos mostrar e transformar nossos produtos, serviços, indústria, governo, comércios e universidades. Isso irá transformar Pato Branco em referência de uma esfera pública digital”.

 

Participaram da elaboração dos fundamentos, SMCTI, NTI, Casa da Indústria, FIEP, UTFPR, ACEPB, Sebrae, Unidep, IDR-Paraná, IRDES e iniciativa privada. As ações começam a partir de janeiro de 2022 e serão acompanhadas pelo CMCTI mês a mês.