Comitê do Crea-PR reúne-se com Defesa Civil e Bombeiros para criar formas de atuação conjunta - Cantu em Foco - As principais notícias da região, você encontra aqui no Cantu em Foco

URGENTE

Comitê do Crea-PR reúne-se com Defesa Civil e Bombeiros para criar formas de atuação conjunta

 Um dos focos de atuação do grupo deverá ser em relação às novas diretrizes de prevenção de incêndios publicadas pela Lei Federal 13.425/2017, conhecida como Lei Kiss


O Comitê de Estudos Temáticos do Conselho de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) reuniu-se em Curitiba com representantes da Defesa Civil do Estado e do Corpo de Bombeiros para discutir como atuar em ações convergentes das três instituições. O Comitê foi instituído pelo plenário do Crea-PR neste ano, após a assinatura de um convênio de cooperação técnica entre Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) e Defesa Civil. A parceria operacional deverá aumentar ainda mais a visão técnica nos processos de fiscalização do Crea-PR.

O grupo realizou uma reunião interna, para discutir diversos pontos técnicos que afetam a segurança das edificações, e envolvem o exercício da engenharia e a legislação do Corpo de Bombeiros. “Desde que começaram as mudanças na legislação contra incêndio, entendemos que havia a necessidade de estarmos mais conectados, para criarmos um caminho de conversa para melhorar para todos – projetistas, executores e para o Corpo de Bombeiros”, explica a coordenadora do Comitê, conselheira Suzely Soares, referindo-se também às novas diretrizes de prevenção de incêndios publicadas pela Lei Federal 13.425/2017, conhecida como Lei Kiss.

Após essa primeira conversa, o grupo foi reunir-se com representantes da Defesa Civil. O encontro foi realizado no Palácio das Araucárias, em Curitiba,e teve a presença do Tenente Coronel Adriano de Mello, da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil. “Além da questão de projetos e obras envolvendo Corpo de Bombeiros - de prevenção de incêndio e pânico - nós também temos diversas situações ligadas à Defesa Civil, com muitos trabalhos em comum e necessidade de atuarmos conjuntamente”, conta Soares.

De acordo com a coordenadora, essa conversa entre as três instituições existe há alguns anos, mas o encontro formal do grupo teve que aguardar a amenização da pandemia de Covid-19.O próximo passo do grupo será uma apresentação ao alto comando do Corpo de Bombeiros do Paraná, que deverá ocorrer na próxima semana.