Secretaria de Assistência Social com apoio do Ministério Público lança campanha “ Sinal Vermelho contra a violência doméstica” - Cantu em Foco - As principais notícias da região, você encontra aqui no Cantu em Foco

URGENTE

segunda-feira, 5 de julho de 2021

Secretaria de Assistência Social com apoio do Ministério Público lança campanha “ Sinal Vermelho contra a violência doméstica”

 


A Secretaria de Assistência Social com apoio do Ministério Público e entidades fez o lançamento na segunda-feira, 5, da campanha “ Sinal Vermelho contra a violência doméstica”. O evento que aconteceu na ACILS (Associação Comercial e Empresarial de Laranjeiras do Sul) reuniu diversas entidades no objetivo de criar uma rede de enfrentamento contra a violência de gênero.


A campanha promovida pelo Conselho Nacional de Justiça e aderido pelos municípios tem por objetivo divulgar a possiblidade de uma mulher denunciar uma situação de violência sem o emprego das palavras. Para tanto, basta fazer um gesto ou sinal que representa o símbolo da campanha: um X vermelho. O código vale como pedido de socorro.

O que fazer para ajudar?
O “sinal vermelho” é o código que permite às mulheres pedirem socorro com uma marca em forma de X no centro da mão. A marca deve ser feita com batom vermelho e, quando não for possível, com caneta ou outro material acessível, também na cor vermelha. Para se comunicar melhor a mulher deve mostrar a mão aberta ao pedir ajuda. Ao identificar o pedido, o atendente de repartições públicas e instituições ou empresas privadas deve proceder à coleta do nome da vítima, endereço ou telefone e ligar para o número 190 (Emergência – Polícia Militar) explicando a situação.

Participações – Participaram do ato simbólico do lançamento da Campanha Sinal Vermelho representantes do Ministério Público Federal; Delegacia de Polícia Civil; da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil); Núcleo Regional de Educação; Escritório Regional da SEJUF (Secretaria do Estado da Justiça, Família e Trabalho); Secretaria Municipal de Assistência Social; da UFFS (Universidade Federal da Fronteira Sul); Lions Club; Correio do Povo do Paraná e Câmara de vereadores, através da Procuradoria da Mulher de Laranjeiras do Sul, vereadora Valeide Scarpari. 

Nenhum comentário: