Unicentro terá novo centro especializado em reabilitação - Jornal Cantu em Foco - As principais notícias da região, você encontra aqui no Jornal Cantu em Foco

Últimas

quinta-feira, 15 de abril de 2021

Unicentro terá novo centro especializado em reabilitação

 


A Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) foi contemplada em um edital do Ministério da Saúde e recebeu o credenciamento para a instalação de um Centro Especializado em Reabilitação (CER) para três modalidades: reabilitação física, visual e intelectual, além da aprovação para a construção de uma clínica ortopédica. O complexo funcionará no campus Cedeteg e atenderá os municípios da 5ª e 6ª Regionais de Saúde do Paraná, com sedes em Guarapuava e União da Vitória.

A Unicentro já conta com um serviço de reabilitação física, o projeto Órtese e Prótese. A solicitação para a construção do centro foi feita junto ao Ministério da Saúde e terá vínculo com esse projeto, que é coordenado pela docente do Departamento de Enfermagem, Maria Regiane Trincaus.

“Hoje temos esse projeto Órtese e Prótese, que atende somente a reabilitação física. Então precisávamos atender outras modalidades de reabilitação, aí entra o CER III, que é um centro especializado em reabilitação de três modalidades: a reabilitação física, que já fazemos, e passaremos a fazer a reabilitação visual e intelectual”, explicou Maria Regiane.

“Com a habilitação do CER III, tivemos direito de receber, também, o recurso para a construção da oficina ortopédica. Ambos os investimentos vêm do Ministério da Saúde, que fez o repasse para a Secretaria estadual de Saúde que, por sua vez, repassará para a Unicentro fazer a construção dos dois prédios”, acrescentou.

Para a construção do CER III serão disponibilizados cerca de R$ 5,1 milhões, além de mais R$ 822 mil de recursos para a construção da oficina ortopédica, onde será possível produzir as próteses customizadas no próprio campus Cedeteg.

“Com o recurso da oficina ortopédica a intenção é passarmos a produzir as órteses e próteses aqui mesmo. Hoje a gente depende de empresas terceirizadas que vêm uma vez por mês, tiram o molde, levam para os seus municípios de origem e, 30 dias depois, fazem a entrega. Com a implantação da oficina, teremos produção própria, muito mais ágil para o paciente, tanto o molde, quanto a entrega e os eventuais ajustes”, explicou Maria Regiane.

A previsão para a entrega da obra é de pouco mais de três anos e, após a instalação dos equipamentos, será possível atender os 29 municípios da 5ª e 6ª regionais de Saúde do Estado.

Após o prédio construído e equipado, a Unicentro solicitará a habilitação para o Ministério da Saúde. O centro passará também a receber um recurso mensal para a manutenção e custeio desse serviço. “A princípio continuaremos atendendo a 5ª Regional de Saúde, que são os nossos 20 municípios, e mais os nove municípios da 6ª Regional de Saúde de União da Vitória. Se houver interesse, é possível fazer contratualização com outras regionais", afirmou.

RECONHECIMENTO – Para o reitor da universidade, Fábio Hernandes, a Unicentro ter sido contemplada neste edital prova o reconhecimento do trabalho realizado há 18 anos pelo projeto Órtese e Prótese no Paraná. “Para a Unicentro é uma alegria, pois poucas foram as instituições contempladas por meio deste edital e nós somos uma das únicas da Região Sul do País”, destacou. “Isso mostra que o nosso projeto de reabilitação física é referência e com certeza continuaremos sendo exemplo nesta modalidade e também na reabilitação intelectual e visual”.

Ele destacou, ainda, o ganho para a comunidade universitária, já que haverá mais campos de estágio aos estudantes da área da Saúde e novas áreas de pesquisa e de extensão. “Os nossos estudantes só têm a ganhar”, completou.

O diretor do campus Cedeteg, Ricardo Myahara, disse que a Unicentro se tornará um polo de qualificação multiprofissional pela atuação conjunta de projetos de ensino, pesquisa e extensão.

“O CER III terá uma importância muito grande para atender os pacientes da nossa região e do Estado, tornando o campus Cedeteg da Unicentro referência no País também nesta área. Muito em breve os acadêmicos da área de saúde terão oportunidades de ser muito bem qualificados, de ter a experiência profissional em um centro de referência nacional. Também os dos cursos de pedagogia, serviço social, na área de engenharia e tecnologia serão beneficiados pela oportunidade de atuar dentro de um centro que trabalha com tecnologias de ponta”, afirmou.

Com relação à atuação acadêmica no Centro de Reabilitação, Maria Regiane destacou que, além dos cursos da área de Saúde já atuantes, outras áreas do conhecimento serão essenciais. “Temos os cursos já presentes: Enfermagem, Fisioterapia, a Fonoaudiologia. Poderia estar atuando aqui a Psicologia, o Serviço Social, a Medicina. Haverá também atuação da Pedagogia, principalmente na questão da reabilitação intelectual", arrematou.

AEN

Nenhum comentário: