Crea-PR tem ampliação da representatividade feminina em diversos setores da autarquia - Jornal Cantu em Foco - As principais notícias da região, você encontra aqui no Jornal Cantu em Foco

Últimas

segunda-feira, 8 de março de 2021

Crea-PR tem ampliação da representatividade feminina em diversos setores da autarquia

 Conselho busca equidade nos cargos; mesmo que entre os 85 mil profissionais registrados no Crea-PR, apenas 15% sejam mulheres


Ao longo dos 86 anos de história, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) tem buscado cumprir seu papel com seriedade, visando a segurança da sociedade. A entidade mira o futuro, com metas inovadoras em todos os ambientes profissionais. A busca por igualdade de gênero nos cargos da autarquia é uma delas.

No Crea-PR, dos 165 inspetores, 36 são mulheres (21,8%). Inspetores são profissionais voluntários eleitos pela própria classe, que atuam juntamente ao Conselho para melhorar a eficiência das ações de fiscalização, em defesa do exercício profissional e da sociedade. Já os Conselheiros são profissionais que compõem as Câmaras Especializadas, Plenário e Comissões, responsáveis por julgar casos de infração à lei e Código de Ética, com aplicação de penalidades e multas. Dezesseis das 137 cadeiras do Plenário são ocupadas por mulheres. Por fim, entre os fiscais que vão a campo ou fazem averiguações virtualmente por sistemas de cruzamento de dados no Estado, 42 são homens e 13 mulheres.

Na Regional Guarapuava, a inspetoria da cidade de Guarapuava é chefiada pela Engenheira Civil Bruna Orizio. Além disso, outras duas mulheres são líderes na região, a Diretora do Crea-PR e Engenheira Agrônoma Adriana Baumel, e a Conselheira do Crea-PR e Engenheira Ambiental Lisanda Cristina Kaminski, atuantes em Irati e União da Vitória, respectivamente.

“As profissionais do Sistema Confea/Crea/Mútua têm ocupado cada vez mais espaços de liderança. As mulheres estão na luta pelos seus direitos e pela igualdade entre os gêneros em todos os setores da sociedade, sejam eles sociais, políticos, econômicos ou tecnológicos”, destaca a Engenheira Agrônoma Adriana Baumel.

“As mulheres tem conquistado cada vez mais espaço dentro das Engenharias com coragem e força de vontade. As mulheres estão mostrando que conseguem sim, e conseguem muito”, afirma a Engenheira Civil Bruna Orizio.

"Sensibilidade, força, coragem e desejo de conquista dos seus ideais são características que fazem das mulheres profissionais competentes, visionárias e que cada vez mais fazem a diferença no mercado de trabalho das Engenharias", avalia a Engenheira Ambiental Lisanda Cristina Kaminski.

  

Comitê Mulheres do Crea-PR aumenta a sua abrangência por meio de Comitês Regionais

Iniciado em 2017, o Comitê Mulheres do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR), tem como principal objetivo aumentar a participação das mulheres nas decisões do sistema Confea/Crea - que representa os profissionais das Engenharias, Agronomia e Geociências.  Aproximadamente 100 profissionais de todo o Estado compõem o Comitê; qualquer profissional registrada no Conselho pode participar.

Em 2020, Comitês Regionais foram criados para auxiliar na busca pela representatividade do Crea-PR dentro dos conselhos locais, avaliar e sugerir ações conjuntas nas regionais; multiplicar projetos e ações de interesse feminino das engenharias, e contribuir com efetividade nos eventos do Conselho nas regionais.

 

Participe

As profissionais registradas no Crea-PR que têm interesse em participar do Comitê Mulheres, por meio das regionais, podem inscrever-se no link: forms.gle/bfEf3gxeCrVq9k7Y6.

Nenhum comentário: