Paraná poderá decretar lockdown para conter a covid - Jornal Cantu em Foco - As principais notícias da região, você encontra aqui no Jornal Cantu em Foco

Últimas

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

Paraná poderá decretar lockdown para conter a covid

 

enem 2020

 

Os esforços do governador Ratinho Junior no combate à pandemia no Paraná deverão levar o Estado a decretar lockdown” em todo o Estado nas próximas horas. Fontes do Paraná Portal confidenciaram no início da noite desta quinta-feira que existe esta possibilidade, já que os números de novos casos, bem como de internamentos e óbitos aumentaram nas últimas 24 horas.

A reportagem do Paraná Portal tentou falar com autoridades sanitárias do Governo do Estado mas não obteve respostas em relação ao fechamento de grande parte das atividades, deixando apenas as essenciais.

Ratinho Junior disse que o Paraná tem conseguido lidar com a doença e com o contágio de maneira séria e eficaz, fruto da união de esforços da Secretaria de Estado da Saúde, das 22 Regionais de Saúde e das prefeituras.

Nesta quinta-feira, a taxa de ocupação dos leitos de UTIs do SUS exclusivos para a pandemia se manteve em 94%. O indicador é superior a 90% em todas as quatro macrorregiões do Estado (leste, oeste, noroeste e norte).

Com a atualização, o Paraná agora acumula 628.999 casos confirmados e 11.380 mortes por complicações da doença.

De acordo com a secretaria estadual, o Paraná tem 1.521 pacientes com Covid-19 internados em hospitais da rede pública ou privada. Destes, 697 ocupam leitos de UTI, enquanto 774 realizam o tratamento em vagas de enfermaria.

Além disso, outros 1.855 pacientes com quadros respiratórios seguem internados. Eles são considerados casos suspeitos porque não fizeram ou ainda aguardam o resultado dos exames para coronavírus.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI do SUS exclusivos para Covid-19 se manteve em 94%. O pior indicador vem da região oeste, onde 95% das vagas estão indisponíveis.

O Paraná chega aos 628.999 diagnósticos positivos de Covid-19 com uma taxa de letalidade de 2%.

Paraná Portal

Nenhum comentário: