Tecpar reforça ações do Governo de combate à Covid-19 - Jornal Cantu em Foco - As principais notícias da região, você encontra aqui no Jornal Cantu em Foco

Últimas

sábado, 26 de dezembro de 2020

Tecpar reforça ações do Governo de combate à Covid-19

 


Ano em que o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) completou 80 anos, 2020 apresentou desafios para a sociedade, diante da pandemia da Covid-19. Para apoiar o Governo do Estado e os paranaenses, o Tecpar canalizou esforços nas mais diversas áreas para oferecer soluções ao enfrentamento da doença.

Logo no início da pandemia, o Tecpar estruturou, em menos de duas semanas, um laboratório de produção de álcool antisséptico para ser fornecido ao Governo do Estado. O instituto instalou uma unidade industrial para fabricar dois produtos: álcool antisséptico etílico 70% e o etílico 80% glicerinado, ambos recomendados para assepsia de mãos. Para 2021, o instituto avalia manter em seu portfólio a produção do álcool antisséptico.

Em outra frente, para apoiar a detecção de casos de coronavírus, o Tecpar, em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP), implantou em caráter emergencial a Unidade de Apoio para Diagnóstico da Covid-19, localizada no Parque Tecnológico da Saúde. A unidade se tornou referência no diagnóstico molecular para a Região Sul para atender o aumento da demanda pelos testes moleculares.

Além disso, o Governo do Paraná e o Fundo de Investimento Direto da Rússia possuem um memorando de entendimentos para cooperação técnica sobre a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo Instituto Gamaleya. O projeto, com participação do Tecpar, tem expectativa de realização da fase 3 dos estudos clínicos da vacina no Brasil, bem como uma eventual produção no país.

Para apoiar o setor produtivo, o Tecpar desenvolveu também novas soluções tecnológicas para assegurar a qualidade do álcool antisséptico e ainda para avaliar a qualidade de máscaras de proteção descartáveis destinadas ao uso da população.

Na área de empreendedorismo, a Incubadora Tecnológica do Tecpar (Intec) abriu edital para receber propostas inovadoras contra a doença. Além disso, o Tecpar elaborou relatórios para auxiliar empresários e empreendedores, com organização de informações para produzir e registrar respiradores artificiais e ventiladores pulmonares e para o uso de sanitizantes para esterilização do coronavírus.

Jorge Callado, diretor-presidente do Tecpar, salienta que em 2020 o instituto atuou de maneira transversal para apoiar o país no enfrentamento da pandemia.

“Uma das vocações históricas do Tecpar é a saúde pública e a tecnologia. Desde o início da pandemia o Tecpar tem realizado ações para oferecer à sociedade brasileira soluções para o enfrentamento da doença. O instituto avalia, como laboratório público oficial, potenciais parcerias, seja na área de vacinas ou em novos produtos e serviços para combater o coronavírus", afirma.

INDÚSTRIA DA SAÚDE – Com forte atuação na área da saúde, o Tecpar lançou, em 2020, edital de chamamento público para prospectar parceiros para fornecimento e transferência de tecnologia de kits de diagnósticos de teste rápido para Covid-19, além de outras doenças como dengue, HIV, Hepatites B e C e beta HCG (teste de gravidez).

O foco é ampliar o portfólio voltado a abastecer o mercado brasileiro de saúde pública. As propostas devem ser submetidas ao Tecpar até 7 de janeiro de 2021.

Outra ação, voltada à saúde agropecuária, é a contratação de empresa para realizar projeto executivo do novo Laboratório de Produção de Insumos para Diagnósticos Veterinários do Tecpar. Quando pronta, a unidade terá capacidade produtiva de 40 milhões de doses ao ano de sete produtos voltados ao diagnóstico de tuberculose, brucelose e leucose em rebanhos bovinos, suínos e ovinos.

Pelo Estudo de Viabilidade Técnica e Financeira realizado pelo Tecpar, a previsão é que em dois anos sejam iniciados os testes de produção da unidade, que será viabilizada com investimento inicial de R$ 15,4 milhões do Fundo Paraná.

EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO – Para apoiar a inovação, o Tecpar criou, em 2020, o “Selo de Inovação Tecpar”. A iniciativa é voltada para empreendedores e empresários interessados em avaliar o potencial inovador de seus produtos ou conceitos. Cada proposta ou produto é classificada em um dos três níveis do Selo de Inovação: Conceito Inovador, Protótipo Inovador ou Produto Inovador.

O programa de inovação Living Lab do Tecpar começou a ganhar forma em 2020. A iniciativa que testa ideias de serviços ou produtos tecnológicos selecionou oito empresas e três delas já haviam se instalado em 2020: para desenvolver tecnologias voltadas a smart cities e na área de energia.

A Incubadora Tecnológica do Tecpar (Intec) fecha o ano com quatro novas empresas ingressantes em 2020, com iniciativas de desenvolvimento de tecnologia na área educacional, de saúde e de reciclagem por meio de inteligência artificial. Em 2020, sete empresas participavam do programa de incubação do Tecpar.

PESQUISA CIENTÍFICA – Em 2020, o Tecpar implementou um importante ajuste no foco temático de sua revista científica, que completa 75 anos de veiculação em 2021. A novidade foi que a Brazilian Archives of Biology and Technology (BABT) passou a ter escopo voltado à aplicação da tecnologia em soluções que possam resolver problemas da sociedade.

O periódico continua voltado para seis grandes áreas: agronomia, biologia aplicada, saúde humana e animal, ciência de alimentos, engenharia ambiental e engenharias diversas.

AEN

Nenhum comentário: