Evento discute boas práticas e ações futuras na área da segurança - Cantu em Foco - As principais notícias da região, você encontra aqui no Cantu em Foco

Últimas

quarta-feira, 4 de novembro de 2020

Evento discute boas práticas e ações futuras na área da segurança


Secretários estaduais e representantes de órgãos da segurança pública dos três estados da região Sul participam até sexta-feira (06), em Curitiba, do Senasp Itinerante. O evento aberto nesta quarta-feira (04) pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da Justiça e da Segurança Pública, tem como objetivo debater ações e boas práticas futuras para a área. A iniciativa também vai permitir a troca de informações entre os órgãos da segurança no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.


“É de extrema importância que o Paraná sedie um encontro com essa troca de informações entre as esferas federal e estadual. Falar sobre a experiência que nós temos aqui, as nossas dificuldades, e daquilo em que eles podem nos apoiar é fundamental para que possamos organizar um sistema de segurança integrado. Além disso, comentamos sobre a possibilidade do Governo do Estado fazer uma parceria com a Polícia Federal para reforçar ainda mais as fronteiras com Paraguai e Argentina”, afirmou o vice-governador paranaense, Darci Piana.


O secretário nacional de Segurança Pública, Carlos Renato Machado Paim, afirmou que a iniciativa permite analisar cada região do País de uma forma mais ampla, colaborando para o desenvolvimento de novas políticas. “Esse evento é uma ação de gestão que nos ajuda a buscar informações sobre a realidade dos estados por regiões para subsidiar o nosso planejamento no Ministério da Justiça e Segurança Pública e, por outro lado, apresentar produtos e serviços da Senasp. Temos câmaras temáticas onde assuntos relacionados a políticas públicas, programas e tecnologia da informação, serão apresentados aos estados”, disse.


O secretário da Segurança Pública do Paraná, Romulo Marinho Soares, reforçou que a integração é essencial para o desenvolvimento de atividades que beneficiem toda a população. “Esse alinhamento do Governo Federal com o governo estadual já é feito. Neste evento eles vão trazer experiências e nós também poderemos passar nossas demandas. Já temos um fluxo de trabalho conjunto intenso, por exemplo, estamos construindo nossas penitenciárias com recursos do Governo Federal e uma contrapartida do Governo do Estado, um trabalho que está sendo bem desenvolvido”, destacou.


“Planejamos novos projetos e ações, desenvolvemos operações integradas com estados vizinhos e estamos sempre alinhados com Brasília. O reflexo positivo é que constantemente criamos novas formas de ajudar a nossa sociedade e de melhorar a segurança pública como um todo”, acrescentou o secretário coronel Marinho.


SENASP ITINERANTE - Iniciado em outubro deste ano, o Senasp Itinerante já ocorreu em Natal (RN), Goiânia (GO) e Rio Branco (AC). Outra capital que receberá o evento ainda este ano é Belo Horizonte (MG), completando as cinco regiões do País. A intenção do Governo Federal é que, após o evento, seja feita análise das demandas solicitadas para que possam ser elaboradas novas políticas públicas de segurança.


O secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Tércio Issami Tokano, explicou que cada região do Brasil tem particularidades e que somente com eventos regionais será possível elaborar novas ações. “É um momento muito importante em que os órgãos da União vêm apresentar algumas políticas públicas na área de segurança, e também ouvir demandas e conhecer um pouco da realidade local para poder desenvolver o seu papel, que é de articular políticas de segurança pública entre a União e os estados”


“Temos diferenças regionais e ficando somente em Brasília acabamos não tendo a verdadeira percepção dessas diferenças. As necessidades do Paraná e do Sul são diferentes das do Norte e do Nordeste, e essas viagens têm sido muito importantes para o Ministério da Justiça, através da Senasp, colher as percepções e as demandas locais e fazer os ajustes necessários para bem atender as necessidades de cada região”, completou o secretário-executivo.


PROGRAMAÇÃO - Neste primeiro dia de evento foram apresentadas duas diretorias da Senasp: a de Gestão e Integração de Informações (DGI) e a de Políticas Segurança Pública (DPSP).


Na sequência, primeira câmara temática, apresentada pela Diretoria de Políticas de Segurança Pública, abordou o fortalecimento das instituições da área. A apresentação foi do coronel Adauto Lima de Amorim Junior, coordenador de Políticas de Qualidade e Eficiência da Coordenação-Geral de Políticas para as Instituições de Segurança Pública da Diretoria de Políticas de Segurança Pública da Senasp. “Isso é importante porque vamos integrar e conhecer os problemas regionais das instituições para verificar o que podemos auxiliar e tentar atender, na medida do possível”, disse.


Após a apresentação foi aberto espaço ao público para perguntas, considerações, além de sugestões de melhorias e novas iniciativas.


CÂMARAS TEMÁTICAS - Durante os três dias serão apresentadas sete câmaras temáticas aos representantes da região Sul e diversos projetos e programas estruturantes da Senasp. Além do fortalecimento das instituições de segurança pública, assunto tratado neste primeiro dia de evento, também será apresentado o projeto de valorização dos profissionais da área e discutidos temas como políticas de prevenção à violência, cartilha de emendas parlamentares e geointeligência


Os representantes da Segurança Pública dos três estados vão conhecer o projeto Sinesp Agente de Campo, uma ferramenta digital que promete agilizar o trabalho dos profissionais que fazem parte do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP).


Também estão previstas reuniões somente entre os secretários da Segurança Pública dos três estados; entre comandantes-gerais das Polícias Militares, chefes da Polícia Civil da região Sul, dos comandantes do Corpo de Bombeiros dos e dos dirigentes das perícias oficiais. Nestes encontros os estados poderão apresentar as principais demandas aos órgãos federais, a fim de viabilizar recursos e também novos programas.


PRESENÇAS - Estiveram presentes o chefe da Casa Civil, Guto Silva; o procurador-geral de Justiça do Paraná, Gilberto Giacoia; o presidente do colegiado da Secretaria da Segurança Pública de Santa Catarina, delegado Paulo Norberto Koerich; o representante do Tribunal de Justiça do Paraná, desembargador José Laurindo de Souza Netto; o vice-governador e secretário da Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Ranolfo Vieira Junior; o superintendente regional do Paraná da Polícia Federal, delegado Omar Gabriel Haj Mussi.  Autoridades das esferas federal, estadual e municipal e integrantes das forças de segurança do sul do país, também participaram do evento.


AEN

Nenhum comentário: