Homem é hospitalizado após "quebrar o cegonho" durante relação sexual - Cantu em Foco - O maior site de notícias online da região Cantu no Paraná

Últimas

segunda-feira, 24 de agosto de 2020

Homem é hospitalizado após "quebrar o cegonho" durante relação sexual

Após a intensa circulação de áudios e até um vídeo nas redes sociais de que homem precisou ser encaminhado para o hospital após ter sofrido um acidente durante um ato sexual no fim de semana, na cidade de Ampére, a equipe de reportagem do Grupo Tri de Comunicações averiguou o fato e comprovou a veracidade nesta segunda-feira (24).

De acordo com o que foi apurado, o homem mantinha relação sexual, momento em sofreu uma distorção peniana. Sentindo fortes dores, a vítima foi levada para o Hospital Santa Rita de Ampére e de lá foi levado na madrugada de sábado (22), para um hospital em Francisco Beltrão onde passou por procedimento cirúrgico e deve receber alta nas próximas horas. 

Fratura de pênis

A reparação cirúrgica produz o melhor resultado cosmético, impedindo que ocorra uma tortuosidade definitiva na haste peniana. Em média os pacientes chegam no hospital em cinco horas depois do trauma e a cirurgia deve ser realizada dentro das oito primeiras horas depois do trauma, fazendo desta entidade uma emergência médica para se obter o melhor resultado.

Diz-se que uma cicatriz está madura em torno dos três meses e fica mais resistente em um ano, mas há uma reparação imperceptível e constante ao longo da vida. É aconselhável não ter relações sexuais no primeiro e segundo meses do acontecimento.

De acordo com artigo publicado pelo urologista Dr. Hamilton Franco Filho no Instituto de Urologia de São José do Rio Preto, a fratura de pênis é uma lesão que ocorre somente em ereção, mais comumente durante intercurso sexual, e também em menor proporção, durante a masturbação.

A maioria das vezes, durante relações muito intensas. Normalmente, o caso típico de fratura acontece quando a mulher está em cima do homem durante o sexo e o pênis sai da cavidade vaginal, ao tentar penetrar novamente, se choca com o quadril ou períneo da parceira, fazendo com que se dobre de maneira brusca e forçada. Em posições sexuais em que o homem fica acima ou atrás da parceira, os riscos de fratura diminuem consideravelmente.

Apesar do nome, não se trata de uma fratura propriamente dita, visto que o pênis não é um órgão ósseo. O que ocorre é a lesão da túnica albugínea (envoltório interno do pênis), com ruptura do corpo cavernoso. Importante explicar que o pênis é constituído por três cilindros, um medial por onde passa a uretra e sairá a urina, e dois laterais, chamados corpos cavernosos, que se enchem de sangue ao estímulo sexual, determinando a ereção).

Fonte:Portal Tri

Nenhum comentário: