Apoio a famílias rurais é destacado no Dia do Agricultor - Cantu em Foco - O maior site de notícias online da região Cantu no Paraná

Últimas

terça-feira, 28 de julho de 2020

Apoio a famílias rurais é destacado no Dia do Agricultor

O projeto Renda Agricultor Familiar, do Governo do Estado, que transfere renda a famílias rurais em situação de vulnerabilidade social, é destacado nesta terça-feira, 28 de Julho, Dia do Agricultor. O projeto é desenvolvido pela Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, em parceria com a Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento e o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná-Iapar-Emater (IDR-Paraná).
É uma ação do programa Nossa Gente e ajuda a ampliar as oportunidades das famílias que vivem no campo. Em cinco ano, desde o início o projeto, já atendeu mais de 5.600 famílias de 156 municípios.
O secretário da Justiça, Família e Trabalho, Mauro Rockenbach, afirma que a comemoração ao Dia do Agricultor Familiar (25 de julho) e ao Dia do Agricultor (28 de julho), reforça o reconhecimento aos trabalhadores do campo que sustentam o Estado. “É uma forma de homenagear esses trabalhadores, que atuam para abastecer e fortalecer a economia paranaense”, disse ele.
PROJETO - O Renda no Campo tem como objetivo transferir recursos entre R$ 2 mil a R$ 3 mil a famílias rurais em situação de vulnerabilidade social. O dinheiro é investido em ação de geração de renda e na melhoria da qualidade de vida. São exemplos pequenas reformas no saneamento básico, incentivo à produção para consumo próprio e impulso para o desempenho de atividades agrícolas, como compra de sementes, insumos e equipamentos.
A família é acompanhada por um técnico rural do IDR Paraná, que verifica a execução do recurso. Em geral, são agricultores familiares que subsistem da produção de suas pequenas propriedades. Também estão inclusas as populações indígenas, quilombolas, faxinalenses e pescadores.
PRÊMIO - O Renda Agricultor Familiar foi o vencedor do Prêmio Sesi ODS 2019 por contribuir para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).
Inclusão Produtiva Solidária com famílias rurais em situação de vulnerabilidade. Essa nova modalidade vai ampliar a proposta do Renda Agricultor e focar em ações coletivas de grupos familiares e comunitários.
Serão atendidas prioritariamente famílias indígenas e quilombolas em situação de vulnerabilidade social, acolhidas pelo Programa Nossa Gente Paraná, com renda per capita de até R$ 178,00 ou que participaram da primeira fase do Renda Agricultor e aplicaram satisfatoriamente os recursos.

Nenhum comentário: