Caixões com "vítimas do coronavírus" são apreendidos com 300 kg de maconha - Cantu em Foco - O maior site de notícias online da região Cantu no Paraná

Últimas

terça-feira, 16 de junho de 2020

Caixões com "vítimas do coronavírus" são apreendidos com 300 kg de maconha

Motorista de carro funerário relatou que havia saído do Mato Grosso do Sul com destino a Goiânia. Nos caixões, que estavam enrolados em plásticos "por segurança", foram apreendidos 300 quilos da droga

Por: PORTAL DIA ONLINE

O motorista de um carro funerário foi preso na BR-060, em Jataí, transportando 300 quilos de maconha escondidos em dois caixões. Ao ser abordado, o homem relatou que estava transportando corpos de vítimas da covid-19 e que havia saído de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, com destino a Goiânia. A apreensão ocorreu na madrugada desta segunda-feira (15/6).De acordo com a Polícia Militar, o veículo foi abordado durante operação na BR-060. Na entrevista, o motorista disse aos PMs que havia saído de Ponta Porã com dois corpos de vítimas da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Eles seriam sepultados em Goiânia.

Constatando o nervosismo do motorista, a equipe solicitou a documentação necessária para o transporte dos corpos, mas ele informou que não tinha.

Caixões carregados com maconha estavam enrolados em plástico “para evitar o contágio do vírus”
Foi feita verificação no interior do veículo, onde estavam dois caixões lacrados e enrolados em plástico. Segundo o condutor, essas seriam precauções adotadas para evitar o contágio do vírus. No entanto, de acordo com a corporação, os policiais decidiram abrir os caixões diante das informações desencontradas.

Dentro dos caixões os policiais encontraram cerca de 300 quilos de maconha. Ao realizar a pesagem e conferência da substância, os produtos e o motorista, de 22 anos, foram encaminhados para a Delegacia de Polícia de Jataí.

Drogas do Mato Grosso do Sul com destino a Goiânia
No último dia 20, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 240 quilos de maconha e skunk, conhecida como “super maconha”, na BR-364, em Jataí, no sudoeste de Goiás. As drogas são avaliadas em R$ 700 mil.

De acordo com a corporação, policiais rodoviários pararam uma picape conduzida por um homem de 34 anos. Durante a fiscalização, diante do nervosismo do rapaz, os agentes aprofundaram na vistoria do veículo, onde foram encontradas drogas escondidas em vários compartimentos do carro, como na lataria da carroceria e dentro de uma caixa de som que estava no banco traseiro.

Ao ser questionado sobre as drogas, o motorista do veículo disse aos policiais que é morador de Dourados, no Mato Grosso do Sul. Ele alegou que está desempregado e aceitou fazer o transporte da carga, mas não relatou quanto receberia pelo serviço.

No dia 16, quatro dias antes, a PRF apreendeu cerca de 300 quilos de drogas escondidas em meio a uma carga de ovos também na BR-364, em Jataí. Conforme informações, os policiais fizeram uma abordagem de rotina e deram ordem de parada para o motorista de um caminhão que trafegava entre Mineiros e Jataí.

Nenhum comentário: