Solução permite que idosos realizem prova de vida sem precisar sair de casa - Cantu em Foco - O maior site de notícias online da região Cantu no Paraná

Últimas

terça-feira, 5 de maio de 2020

Solução permite que idosos realizem prova de vida sem precisar sair de casa

A solução livID realiza processo de cadastramento para prova de vida e recadastramento por meio do celular em apenas dois minutos, evitando deslocamentos e custos adicionais
A startup curitibana Bexpo apresenta a solução LivID, que permite que os idosos possam fazer a prova de vida e recadastramento de maneira totalmente digital, por meio de computadores e dispositivos móveis, para a obtenção de pagamentos de aposentadorias ou de pensão. Dessa maneira, não há necessidade de realizar qualquer deslocamento, preenchimento de formulários ou processo presencial para o recebimento do benefício e todo o processo pode ser realizado em cerca de dois minutos.

“A solução LivID realiza o processo de gestão de prova de vida e recadastramento a qualquer hora do dia por meio de celular em apenas dois minutos, evitando deslocamentos e custos adicionais, além de permitir toda a gestão do processo para seus clientes. É uma solução de forte aspecto social, que leva em consideração as dificuldades de mobilidade e condições de saúde, especialmente em um período em que os idosos sofrem com as ameaças do COVID-19”, ressalta Paulo Matta, CEO da Bexpo.
A prova de vida é utilizada para que os idosos possam comprovar que estão vivos e possam ter liberados os recursos, muitas vezes essenciais para o sustento de diversas famílias. A exigência é feita tanto para o benefício público do INSS, quanto pelas fundações privadas de aposentadoria, principais clientes da plataforma e que já chegam a 1.100 no país. Hoje o Brasil conta com mais de 30 milhões de aposentados e pelo menos um terço das pessoas depende dessa renda para viver, de acordo com uma pesquisa da LCA Consultores, de 2018.
Como funciona e vantagens
Para realizar a prova de vida, o usuário deve realizar três etapas de verificação. Na primeira, envia uma foto de seu próprio rosto, na segunda uma foto de seu documento e na terceira uma foto do rosto ao lado do documento. A solução utiliza uma tecnologia de reconhecimento facial e de imagens e de inteligência artificial que identifica o rosto do beneficiário ao detectar movimentos faciais e pontos da imagem e é capaz de ler o documento para que as informações cadastrais sejam preenchidas.
       
Todo o processo acontece digitalmente em cerca de 2 minutos e o benefício é liberado imediatamente. Caso haja qualquer problema de visibilidade nas fotos, dúvida ou erro, o cadastro passa por uma análise manual dos técnicos da plataforma. Todo o processo é atualizado em tempo real e pode ser acompanhado pelo beneficiário e pela fundação. O sistema possui ainda um processo antifraude que valida o dispositivo, identifica a localização e identifica falsificações e fraudes.
Segundo a Bexpo, para as empresas o custo de cada prova de vida e recadastramento realizado pelo atendimento digital é aproximadamente metade em relação a um atendimento presencial, sem contar com a economia realizada com as fraudes evitadas, correio, formulários entre outros. Trata-se de uma plataforma ágil e eficiente, tanto para as fundações quanto para os segurados. Além disso, seguimos implementando atualizações para que todo o processo se torne ainda mais confiável”, explica Matta.
Para as fundações, há um dashboard em tempo real para facilitar a gestão dos benefícios, além de um suporte técnico especializado, inclusive por meio digital. O sistema também pode ser personalizado de acordo com cada cliente e está disponível tanto pela internet quanto por meio de um aplicativo para Android e iOS.
Atualmente, mais de 8,5 mil aposentados em diversos estados do Brasil já utilizam a solução. A empresa tem como cliente a Visão Prev, entidade de previdência do Grupo Telefônica, e a Enerprev, fundação da EDP. 
Beneficiados com a solução
Atualmente mais de 8,5 mil aposentados em diversos estados do Brasil já utilizam a solução. Entre as principais fundações atendidas está a Visão Prev, do Grupo Telefônica, que realizou o primeiro cadastramento de forma totalmente online em setembro de 2019. Segundo Carla Tassini, coordenadora de relacionamento e comunicação da entidade, o objetivo foi o de modernizar e trazer mais segurança para o processo de prova de vida.
Como parte do DNA da Visão Prev, queríamos inovar, facilitar processos e reduzir custos para todos e a experiência com o LivID foi bastante importante para isso no ano passado. Realizamos alguns ajustes antes e no decorrer da operação (inclusive em relação ao nível de criticidade do sistema), mas fizemos isso rapidamente com o auxílio da Bexpo. Obtivemos importantes aprendizados e a ferramenta nos trouxe mais segurança para nosso processo. Para esse ano, pretendemos ampliar a sua utilização para o cadastro de todos os nossos aposentados”, afirmou.
Na primeira experiência, a solução foi utilizada por 82% dos clientes, que demonstraram satisfação com a praticidade e agilidade da tecnologia. Entre os aposentados que utilizaram e elogiaram a solução estava Edmeia Botelho, aposentada pela Visão Prev desde 2002. Anteriormente, ela precisava preencher documentos, incluir a assinatura de uma testemunha e reconhecer firma em cartório antes de enviar os documentos para a Entidade. Com a presença da tecnologia, ela evitou deslocamentos e otimizou o preenchimento de todos os dados cadastrais.
A existência de um aplicativo me ajudou muito porque a gente não precisa sair de casa e se precisar realizar qualquer mudança ou obter qualquer informação é fácil realizar pelo próprio aplicativo. Também acredito que o aplicativo tornou tudo mais seguro já que temos uma senha própria e tiramos uma foto com nossos documentos. Isso evita fraudes”, afirmou.
Para a terceira etapa de cadastro, é necessário tirar uma foto do rosto ao lado do documento de identificação. Edmeia apontou como uma facilidade do aplicativo foi a colocação de uma espécie de sombra que indica em que posição o documento deve ser colocado. Tenho dificuldades com o celular, então esse recurso me ajudou muito a conseguir tirar a foto corretamente”, ressaltou. 
Aquisição
A Bexpo foi comprada em março pela Gateware, empresa curitibana de tecnologia especializada na produção de softwares, gestão de projetos e alocação profissional. Segundo o CEO, Francisco Ferreira, a Gateware incorporará as soluções da Bexpo e ajudará a empresa a ganhar mais capilaridade no mercado. O Brasil tem apresentado crescimento no número de idosos, assim como os serviços digitais têm se tornado cada vez mais comuns entre a população. Queremos aproveitar o diferencial tecnológico de um produto com grande potencial e utilizar a nossa estrutura comercial para potencializar seu crescimento. Além disso, teremos a expertise para novas ofertas de serviços e produtos para que a solução apresente novos benefícios ao público”, afirma.

Nenhum comentário: