Vigilância sanitária no combate a Dengue em Foz do Jordão - Cantu em Foco - O maior site de notícias online da região Cantu no Paraná

Últimas

domingo, 19 de abril de 2020

Vigilância sanitária no combate a Dengue em Foz do Jordão

A Vigilância sanitária de Foz do Jordão está realizando o ‘Fumacê’ para eliminação do mosquito Aédes Aegypti, em casos específicos de notificações confirmadas da presença de pessoas infectadas.

 “Agora, mais do que nunca, é necessária a cooperação de todos, para verificar os locais que possam acumular água, tais como calhas, caixas d’ água sem tampa, com tampa amassada ou com tampa inadequada, piscina sem limpeza e sem tratamento, pneus em locais descoberto ou com água, pratinho e jarro de plantas, ralos e vasos sanitários em desuso, lixo em sacos bem fechados, quintais bem limpos, não jogar lixo em terreno baldio, e outros depósitos que possam acumular água”, pediu a Vigilância.

A dengue pode ter diferentes apresentações clínicas e de prognóstico imprevisível. Os primeiros sintomas aparecem de quatro a 10 dias depois da picada do mosquito infectado. A doença começa bruscamente e se assemelha a uma síndrome gripal grave caracterizado por febre elevada, fortes dores de cabeça e nos olhos, além de dores musculares e nas articulações.

Durante a evolução da doença, destacam-se três fases: febril, crítica e de recuperação. Na fase crítica da dengue (entre o terceiro e o sexto dia após o início dos sintomas), podem surgir manifestações clínicas (sinais de alarme) correspondentes a uma complicação da doença potencialmente letal chamada dengue grave (conhecida anteriormente como dengue hemorrágica), que aparecem devido ao aumento da permeabilidade vascular e da perda de plasma, o que pode levar ao choque irreversível e à morte.

Os sinais clínicos de alarme da dengue grave são: dor abdominal intensa e contínua; vômitos persistentes; hipotensão postural e/ou lipotimia (tonturas, decaimento, desmaios); hepatomegalia dolorosa (aumento de tamanho do fígado); sangramento na gengiva e no nariz ou hemorragias importantes (vômitos com sangue e/ou fezes com sangue de cor escura); sonolência e/ou irritabilidade; diminuição da diurese (diminuição do volume urinado); diminuição repentina da temperatura do corpo (hipotermia); e desconforto respiratório.

Nenhum comentário: