Ocorrência policiais das últimas horas na região de Laranjeiras do Sul - Cantu em Foco - O maior site de notícias online da região Cantu no Paraná

Últimas

segunda-feira, 27 de abril de 2020

Ocorrência policiais das últimas horas na região de Laranjeiras do Sul


Ameaça:
Equipe foi acionada via Copom para verificar uma situação de ameaça, onde a vítima relatou que aguardava a equipe na Praça do Cinquentenário. No local, relatou a solicitante que foi ameaçada em sua casa e saiu para encontrar um orelhão para ligar no 190, informou a equipe o endereço onde reside e que sua vizinha lhe agrediu verbalmente a chamando de “vagabunda, puta e cadela”. Que em seguida o esposo de sua vizinha saiu da quitinete e a pegou pelo pescoço e disse: “sua vagabunda filha de uma puta, vou pegar meu revólver e estourar uma bala em sua cabeça” e depois soltou a mesma que saiu correndo indo até a praça do cinquentenário e ligou para a Emergência Policial. A equipe perguntou se a mesma tinha interesse de representação,esta relatou que representaria em data posterior, ela foi orientada quanto ao prazo para a representação. A equipe levou a vítima até sua residência, sendo que a quitinete do suspeito estava com as luzes apagadas e não foi possível contatar o mesmo.

Lesão Corporal:
Equipe foi acionada via Copom, onde no Hospital São Lucas teria dado entrada uma mulher vitima de agressões físicas. No local em contato com a vítima,a mesma passou a relatar que não se recorda de detalhes do fato, apenas que estava no município de Rio Bonito do Iguaçu onde reside e que foi separar a briga de um casal que não conhecia, sendo um homem alto, magro de camiseta azul e quando deu por si estava dentro da ambulância, informou ainda que não havia ninguém de sua família junto com ela. Do lado de fora do hospital, aguardava seu convivente, o qual relatou que estavam em uma janta da família, onde ingeriram bebida alcoólica, e em dado momento foi levar seu cunhado, irmão da vítima, que não estava se sentindo bem até o posto de saúde do município de Rio Bonito do Iguaçu, quando foi avisado que a sua esposa havia sido agredida. Os envolvidos foram orientados, a vítima apresentava sintomas de embriagues e segundo as enfermeiras, apenas escoriações leves.



Fato não Constatado:
Equipe foi acionada via Copom, pois no bairro Cristo Rei, a solicitante relatou que teria sido agredida por seu marido. Não foi possível localizar a solicitante, pois a mesma não se encontrava mais no local. Em contato com o suposto autor, o mesmo relatou que sua esposa estava embriagada, e que ele não a agrediu,apenas tiveram uma discussão, pois sua esposa queria retirar os filhos do casal da residência onde moram e levar para a casa de sua mãe, e ele não deixou tendo em vista o estado de embriaguez da esposa. No local, também se encontrava a irmã da solicitante, a qual presenciou todo o fato e confirmou oque foi relatado, de que sua irmã estava embriagada e quis retirar os filhos da residência, momento que foi impedida por seu esposo devido seu estado, e que em nenhum momento ele a agrediu. Foram orientados quanto os procedimentos cabíveis.

Fato não Constatado:
Equipe foi acionada via Copom, onde no bairro São Francisco, a solicitante relatou que teria sido agredida pelo seu ex-marido enquanto a mesma encontrava-se em um bar, e que após o fato a mesma foi para sua residência. A equipe efetuou patrulhamento por toda a extensão da rua do endereço repassado pela solicitante, por diversas vezes, pois não foi localizado o numeral da residência que a mesma repassou,nem tão pouco foi localizado a solicitante. A equipe então solicitou para o Copom entrar em contato com a vítima via telefone, devido o endereço não ter sido localizado, onde foi tentado algumas vezes o contato, porém sem lograr êxito, pois o número de telefone repassado por ela dava como inexistente.

Nenhum comentário: