Lojas Renner fechará temporariamente as lojas físicas no Brasil, Argentina e Uruguai - Cantu em Foco - O maior site de notícias online da região Cantu no Paraná

Últimas

domingo, 19 de abril de 2020

Lojas Renner fechará temporariamente as lojas físicas no Brasil, Argentina e Uruguai

A medida contempla todas as lojas físicas da Renner, no Brasil e no exterior, além das marcas CamicadoYoucom Ashua


A Lojas Renner S.A. anuncia o fechamento temporário de todas as lojas físicas das marcas Renner, CamicadoYoucom Ashua a partir desta sexta-feira, 20. Além das unidades que já estavam fechadas, seguindo orientações das autoridades locais, a companhia antecipou o fechamento das lojas da Grande São Paulo para o dia 19 de março e decidiu fechar as demais unidades no Brasil a partir do dia 20. A decisão tem o objetivo de priorizar a saúde de colaboradores, clientes, fornecedores e comunidades para evitar o avanço do coronavírus (Covid-19). 

As equipes administrativas estão, em quase sua totalidade, atuando em regime de home office. Os centros de distribuição e as centrais de atendimento funcionarão com equipe reduzida, seguindo as medidas de segurança a fim de preservar a saúde e o bem-estar de todos.

“Esta foi uma decisão difícil, mas necessária. É o momento de atuarmos para preservar a integridade de todos diante da disseminação do Covid-19 e acreditamos que, com estas medidas, estamos contribuindo para a contenção e enfrentamento da pandemia.  Atuamos com senso de urgência para reduzir a velocidade do avanço da doença e achatar sua curva”, afirma Fabio Faccio, diretor presidente da Lojas Renner S.A. 

Todas as marcas seguem à disposição dos consumidores nos seus canais online para que, em caso de necessidade, todos possam receber os produtos em casa ou utilizar os demais serviços digitais com praticidade. Para maior comodidade, o frete grátis está disponível para todo Brasil por este período, e o prazo de troca foi estendido para 90 dias após a compra.  

Com relação à rede de fornecedores, uma série de medidas gerenciais estão sendo adotadas com foco na preservação dos parceiros.  A companhia conta com um Programa de Desenvolvimento para a cadeia, através de uma relação sólida e de transparência que, neste momento instável, será ainda mais fortalecida.
Do ponto de vista da continuidade dos negócios, estão sendo implementadas diversas iniciativas para mitigar os impactos negativos deste período, garantindo a sustentabilidade das operações. “Esperamos que esta fase seja breve. Até lá, todo o nosso time segue mobilizado pelo bem-estar coletivo”, afirma Faccio.

Sobre a Lojas Renner S.A. 

Constituída em 1965, a Lojas Renner S.A. foi a primeira corporação brasileira com 100% das ações negociadas em bolsa e está listada no Novo Mercado, grau mais elevado dentre os níveis de governança corporativa da B3. Atua por meio da Renner, que tem moda em diferentes estilos; da Camicado, empresa do segmento de casa e decoração; da Youcom, especializada em moda jovem; e da ASHUA Curve & Plus Size, que oferece roupas nos tamanhos 46 a 54. Atualmente, conta com cerca de 600 lojas em operação, considerando todos os seus formatos. A companhia opera ainda com a Realize CFI, que apoia o negócio de varejo, através da oferta e gestão de produtos financeiros. 


Combate ao Covid-19: Lojas Renner não fará demissões
A decisão é por tempo indeterminado para demissões sem justa causa, visando a preservação de empregos neste momento de crise
Em linha com as práticas que tem adotado para a preservação do bem-estar dos colaboradores em meio à crise gerada pela pandemia de coronavírus (Covid-19), a Lojas Renner S.A. informa que tomou a decisão de não demitir, por tempo indeterminado, colaboradores sem justa causa. A iniciativa ocorreu simultaneamente ao fechamento de todas as lojas físicas da companhia, no dia 20 de março.

“Desta forma, preservamos tanto a segurança de nossos colaboradores e clientes, como os empregos da nossa equipe. Estamos empenhados em fazer o que estiver ao nosso alcance para garantir o bem-estar de todos”, diz Fabio Faccio, diretor presidente da Lojas Renner.

A companhia foi a primeira grande varejista brasileira a fechar 100% de suas lojas físicas, incluindo as marcas Renner, Camicado, Youcom e Ashua. A medida foi tomada para evitar o avanço do Covid-19, priorizando a saúde de todos.

Para os colaboradores que trabalham em loja, a Lojas Renner deu a orientação de compensar horas ou concedeu férias. Os times administrativos estão, em quase sua totalidade, atuando em regime de home office. Os centros de distribuição e as centrais de atendimento funcionam com quadro reduzido, seguindo todas as medidas de segurança e higiene.

Com o objetivo de manter os empregos, a Lojas Renner fez reduções drásticas de uma série de despesas, bem como a reavaliação de investimentos.

Paralelamente, a companhia está se mobilizando para atender às necessidades urgentes de hospitais que atuam na luta contra o coronavírus. Por meio de seu braço social, o Instituto Lojas Renner, R$ 4,1 milhões estão sendo destinados para custear a aquisição de suprimentos básicos e fundamentais no tratamento da doença e para conter sua disseminação.

“Acreditamos que, para atravessar um momento tão desafiador como este, precisamos unir esforços em uma rede de solidariedade”, diz Fabio Faccio.

Nenhum comentário: