Para evitar aglomeração, padre coloca nome de fiéis nos bancos da igreja e celebra missa pela internet - Cantu em Foco - O maior site de notícias online da região Cantu no Paraná

Últimas

sexta-feira, 20 de março de 2020

Para evitar aglomeração, padre coloca nome de fiéis nos bancos da igreja e celebra missa pela internet

Para evitar aglomeração e diminuir o risco de disseminação do coronavírus, algumas igrejas têm optado por realizar as celebrações online. Só que Archimedes Neto, padre do município de Itamari, no Sul da Bahia, decidiu ir além: além de transmitir as missas pelas redes sociais, ele imprimiu o nome de 480 fiéis e colou nos bancos da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.


A iniciativa foi um sucesso e registrou 2.800 visualizações na internet. Por ser uma cidade pequena, com cerca de sete mil habitantes, o padre Neto conhece todos os fiéis e, portanto, ele teve a iniciativa de colocar o nome de cada pessoa no seu respectivo lugar. Em contato com a reportagem do G1, o padre Neto, que tem 44 anos e há seis está em Itamari, falou sobre a experiência de celebrar a missa pela internet, em uma espécie de contato “espiritual”. “Foi muito emocionante, porque eu moro em uma cidade de sete mil habitantes e conheço meus fiéis e sei onde todos sentam. Preciso celebrar com meus fiéis, não fisicamente, mas espiritualmente”, contou.


Além do padre Neto, outras três pessoas estavam presentes na celebração: uma cantando, uma filmando e outra fazendo a leitura. Ele contou que, até o momento, três missas foram celebradas desta forma, e que ele pretende fazer todos os dias, com as portas fechadas e uma câmera de celular. O gesto do padre teve uma resposta positiva entre os fiéis, que entraram em contato com ele através de um aplicativo de mensagens pelo celular. “Para eles, foi muito forte. Penso muito na saúde. Estou todos os dias enviando mensagens, textos bíblicos. Tenho registrado todos os meus féis no celular”, disse o padre. A recomendação de realizar a missa sem público foi da diocese de Ilhéus. Segundo o padre Neto, o movimento nas ruas da cidade de Itamari também reduziu bastante, com pontos de comércio fechados e escolas sem aulas.

G1

Nenhum comentário: