Exame confirma 10ª morte de macaco por febre amarela na região metropolitana - Cantu em Foco - O maior site de notícias online da região Cantu no Paraná

Últimas

sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

Exame confirma 10ª morte de macaco por febre amarela na região metropolitana

O Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen) confirmou, na tarde desta quinta-feira (30), a sexta morte de macaco infectado por febre amarela na região metropolitana de Curitiba. O caso foi registrado na localidade de Campestre, em Araucária, e é o primeiro caso na cidade. O animal, um macaco foi encontrado morto no dia 14 de janeiro.

De acordo com a Prefeitura de Araucária, a confirmação torna necessária que pessoas que moram na área rural ou frequentam a região (independente da idade) se dirijam a uma unidade básica de saúde para mais orientações sobre a vacina. Quem tem a vacina em dia não precisa se preocupar.

Além de Araucária, casos de macacos mortos já foram confirmados em Balsa Nova (1), Lapa (5), Mandirituba (1), Quatro Barras (1) e Rio Negro (1), na região.

Araucária

Nesta semana, a equipe da Secretaria Municipal de Saúde de Araucária recolheu mais três macacos mortos na região de General Lúcio. Os animais também passarão por análise de laboratório para confirmar ou não a presença do vírus. Os macacos são mais vulneráveis à febre amarela que os seres humanos e a morte pode indicar a presença de mosquitos infectados com o vírus na região. A vacina é o único meio eficaz de proteger contra a febre amarela.
A Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) reforçou a importância de que pessoas de 9 meses a 59 anos tenham recebido a vacina. A preocupação maior é com quem trabalha, estuda, passeia, pesca ou vai a eventos na área rural, mesmo que esporadicamente. No caso das crianças, a vacina contra a febre amarela já está prevista no calendário (em duas doses). Quem não tem a dose ou não sabe se tomou deve buscar orientação na unidade básica de saúde.
Todas as unidades básicas de saúde de Araucária contam com vacinação contra a febre amarela de segunda a sexta-feira. Todo o Estado do Paraná está em área com recomendação de vacinação contra a febre amarela. Os profissionais de saúde podem esclarecer quaisquer dúvidas sobre quem pode ou não ser vacinado. Após a vacina, o organismo leva 10 dias para criar os anticorpos que garantem a proteção.
Banda B

Nenhum comentário: