Marido foge da cadeia para ficar com esposa grávida e acaba esfaqueado por ela - Cantu em Foco - O maior site de notícias online da região Cantu no Paraná

Últimas

sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

Marido foge da cadeia para ficar com esposa grávida e acaba esfaqueado por ela

Um homem de 30 anos foi esfaqueado pela companheira, na manhã desta sexta-feira (27), na rua Delegado Theolindo Batista de Siqueira, no Jardim Paraíso, em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba. Segundo a mãe da vítima, ele tinha fugido da cadeia para passar o Natal e Ano Novo com a esposa, que está grávida. Em uma suposta discussão, a mulher atingiu o tórax do marido com um canivete.

“Ele fugiu da cadeia por que estava preocupado em passar Natal e Ano Novo com a esposa, que está com um barrigão enorme. Ontem, estava trabalhando aqui em casa e ela ligando pedindo para ele ir lá. Dei um dinheiro pra eles e saírem. Não sei se começaram a discutir desde ontem, mas essa manhã ela esfaqueou ele, bem perto do coração. Coitado do meu filho”, descreveu a mãe, que preferiu não se identificar.
Devido a gravidade da vítima, um helicóptero foi acionado para o local, como explicou o socorrista Batista, do Corpo de Bombeiros. “Ferimento considerado grave pela localização da lesão. Estava sentado na cama, aguardando o atendimento, segurando uma toalha e contendo o sangramento. Não corre risco de morte, mas por ser um ferimento grave, foi transportado pela aeronave, por maior agilidade”, explicou.
A mulher foi encaminhada para a delegacia do município e o homem ao Hospital Cajuru.

Mãe

A mãe da vítima já perdeu dois filhos. Um foi baleado no terminal de Almirante Tamandaré e o outro morreu após bater a moto contra uma árvore, em Curitiba.
Ela ainda disse que em março de 2020 o filho sairia da prisão com tornozeleira eletrônica. “Deus queira que ele escape dessa, vai voltar pra cadeia e vai pagar. Ia sair em março de tornozeleira. Mas bobinho, por amor, olha a recompensa do amor pela moça, quase matou ele”, lamentou.
Banda B

Nenhum comentário: