Aeroporto de Guarapuava é o 1º do mundo a receber dispositivos de acessibilidade para deficientes visuais - Cantu em Foco - O maior site de notícias online da região Cantu no Paraná

Últimas

quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Aeroporto de Guarapuava é o 1º do mundo a receber dispositivos de acessibilidade para deficientes visuais

Inclusão e responsabilidade social. O Aeroporto Municipal Tancredo Thomas de Faria é o primeiro do mundo a receber um aplicativo que promove acessibilidade a pessoas com deficiência visual. “Estamos, mais uma vez, investindo em inovação. Saímos na frente com o uso dessa ferramenta que nos permitirá estarmos conectados, na plenitude da palavra, com inclusão e tecnologia”, afirmou o prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho. “Isso está muito ligado a inovação que estamos aderindo ao aeroporto. Para nós é um privilégio e um motivo de orgulho receber esse equipamento. Além de ser uma grande honra ser pioneiro no mundo nesse processo tão bonito de inclusão das pessoas que tem deficiência”, ressaltou o secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Sandro Abdanur.

O Veever, desenvolvido por uma startup curitibana, orienta pessoas com deficiência visual através de alertas sonoros emitidos por meio de um aplicativo instalado no celular em ambientes mapeados com dispositivos compatíveis ao app. No aeroporto de Guarapuava, os usuários terão informações sobre a localização da entrada principal, saída, portão de embarque e desembarque, guichê da Azul e sanitários. “Uma vez que o usuário chegue com o app ativo, ele poderá apontar para qualquer direção e onde houver o dispositivo o celular emitirá as informações através de áudio. Isso permite que a pessoa se desloque com uma orientação melhor”, explicou o co-fundador da Veever, João Pedro Novochadlo.

No terminal de passageiros de Guarapuava, os dispositivos foram instalados de maneira colaborativa. “Sabemos que o aeroporto de Guarapuava está com um posicionamento mais inovador. Quando vimos a oportunidade, já pensamos em uma maneira de instalar os dispositivos. Além da inovação, reconhecemos principalmente a questão de acessibilidade e de inclusão. O Veever vem para minimizar as dificuldades que uma pessoa com deficiência visual tem na hora de se deslocar por ambientes públicos”, acrescentou João Pedro.

Alguns alunos da Apadevi (Associação dos Pais e Amigos dos Deficientes Visuais) foram convidados para testar a utilização do aplicativo Veever no terminal de passageiros do Aeroporto. Segundo o presidente da Apadevi, Américo Prado de Ramos, a dinâmica do app é bastante funcional. “É super simples de mexer, eu não tive dificuldades, consigo me locomover sem problemas. Nos sentimos felizes por terem pensado em nós aqui no aeroporto. Esse aplicativo é fantástico”, afirmou Américo.

Nenhum comentário: