Programa Carretas do Conhecimento forma 1,1 mil alunos - Cantu em Foco - O seu site de notícias da Cantu

Últimas

segunda-feira, 28 de outubro de 2019

Programa Carretas do Conhecimento forma 1,1 mil alunos

O programa Carretas do Conhecimento – uma parceria do Governo do Paraná, Volkswagen e Senai – chegou nesta sexta-feira (25) à marca de 1,1 mil alunos formados. O número foi atingido com a entrega de certificados aos 44 participantes do curso de Manutenção de Motocicletas, ofertado no bairro Tatuquara, em Curitiba.
O programa lançado neste ano oferece cursos gratuitos de qualificação profissional com oito unidades móveis que percorrem todas as regiões do Paraná. Cada uma oferece um curso e permanece um mês em cada município.
Os certificados foram entregues pelo secretário de Estado da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, pasta que idealizou o programa. “O melhor de todos os programas sociais é a geração de empregos. Esta gestão está investindo pesado na atração de empresas para o Paraná e nós estamos qualificando milhares de trabalhadores para o mercado de trabalho, formando mais uma turma com novos trabalhadores”, disse.
OPORTUNIDADES - De acordo com o aluno Yuri Godoy, o curso vai abrir novos horizontes profissionais. “Fico muito feliz em concluir este curso técnico e receber esta certificação, pois é uma nova oportunidade que surge a partir de agora para ingressar ao mercado de trabalho”.
“Essa oportunidade veio para nos qualificar para um novo emprego. Espero sempre poder me preparar com cursos técnicos e poder atuar em diversas áreas que aumentem minha renda”, disse Tatiane Alves Pereira.
PRÓXIMOS MUNICÍPIOS – Em novembro, as Carretas do Conhecimento chegam aos municípios de Engenheiro Beltrão (Confecção); Morretes (Mecânica Automotiva); Santa Fé (Mecânica Industrial Básica); Vitorino (Panificação); Ouro Verde do Oeste (Elétrica Automotiva) e Cruzeiro do Oeste (Instalações Elétricas).
Os interessados devem procurar as prefeituras do município onde a Unidade Móvel estará instalada. Em Curitiba, a população pode entrar em contato por meio da Agência do Trabalhador.
AEN

Nenhum comentário: