Seminário discute inclusão da pessoa com deficiência - Cantu em Foco - O seu site de notícias da Cantu

Últimas

quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Seminário discute inclusão da pessoa com deficiência

Capacitar os atores envolvidos na política da pessoa com deficiência quanto ao programa que pode facilitar o processo de inclusão no mercado de trabalho foi o tema do 1º Seminário sobre o Programa de Aprendizagem para Pessoa com Deficiência, realizado nesta terça-feira (17) no auditório do Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba. A promoção de políticas públicas para as pessoas com deficiência é de responsabilidade da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho.
Participaram profissionais de 46 municípios. O secretário Ney Leprevost reforçou o comprometimento do Governo do Estado em executar bons projetos com os municípios do Paraná. “Este seminário inovador vai colocar em prática, junto aos profissionais da área, os bons projetos em prol da política da pessoa com deficiência”, disse.
O evento, promovido pela Secretaria de Justiça, Família e Trabalho e pelo Fórum de Aprendizagem do Paraná, abordou ainda temas sobre os benefícios da inclusão da pessoa com deficiência para a empresa, debater a legislação e mostrar cases de sucesso em empresas e prefeituras. “Procuramos esclarecer à sociedade como é o funcionamento das cotas e o programa de aprendiz, para favorecer e fomentar a inclusão”, esclareceu o secretário.
Fizeram palestras a auditora fiscal Daiana Pigozzo; a gerente regional da Associação de ensino Social Profissionalizante (Espro), Soraia Melchioretto, e o auditor-fiscal Rui Tavares, da Superintendência Regional do Trabalho. De acordo com o chefe do Departamento de Políticas Públicas para a Pessoa com Deficiência da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, Felipe Braga Côrtes, muitas empresas e mesmo prefeituras não sabem com funciona a legislação sobre aprendizes com deficiência, ou tem dificuldade para contratar. “Esse seminário buscou atingir esse público, para que esteja mais qualificado para abrir essas vagas”.
AEN

Nenhum comentário: