Pastor Jarrid Wilson de 30 anos de megaigreja comete suicídio - Cantu em Foco - O seu site de notícias da Cantu

Últimas

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Pastor Jarrid Wilson de 30 anos de megaigreja comete suicídio

“Amar a Jesus nem sempre cura pensamentos suicidas”, desabafou Jarrid Wilson antes de tirar a própria vida.

Mais um pastor comete suicídio. E dessa vez com apenas 30 anos de idade. Antes de mais nada, é preciso destacara que Jarrid Wilson lutava há algum tempo contra a depressão. Devido a batalha, muitas vezes falou publicamente sobre o problema. Mas, na última segunda-feira publicou em seu Instagram um desabafo: “Amar a Jesus nem sempre cura pensamentos suicidas”. Logo depois, tirou a própria vida.
Jarrid Wilson atuava como pastor auxiliar da Harvest Christian Fellowship em Riverside, Califórnia (EUA). A imensa igreja, reconhecida por seu trabalho de evangelismo, reunia mais de 15 mil membros. Sua morte foi anunciada pelo líder da igreja, pastor Greg Laurie, líder da igreja, nas páginas pessoais de Facebook e Instagram. “Com a mais profunda tristeza e choque, que eu tenho que relatar que Jarrid Wilson partiu para o Senhor na noite passada”.
LUTA CONTRA DEPRESSÃO
Laurie disse ainda que em um momento como este, simplesmente não há palavras. “Jarrid amava o Senhor e tinha o coração de um servo”. Ainda mais, disse que ele era “vibrante, positivo e estava sempre servindo e ajudando os outros”. também falou sobre o batalha do jovem pastor, que “lidou repetidamente com a depressão e foi muito aberto sobre suas lutas em andamento”.
Além disso, o líder evangélico enfatizou que Jarrid “queria ajudar especialmente aqueles que estavam lidando com pensamentos suicidas”. E lamentou: “Tragicamente, Jarrid tirou a própria vida”.
Do mesmo modo, relembrou o início no ministério de Jerrd, que se tornou pastor associado da Harvest há 18 meses. “Ele e sua esposa, Juli, fundaram uma campanha para ajudar as pessoas que lidam com depressão e pensamentos suicidas chamada ‘Hino da Esperança’”.

Fonte:Comunhão

Nenhum comentário: