Cidades

Maratona de inovação distribui R$ 9,5 mil a projetos de tecnologia para as fiscalizações do Crea-PR

Aberto a estudantes, profissionais e empresas, Hackathon é o primeiro do tipo já promovido pelo sistema Confea/Crea em todo o país; inscrições vão até o dia 7 de agosto

Com o tema “Fiscalização Inovadora, Sociedade Segura”, o primeiro Hackathon do Sistema Confea/Crea – que será realizado nos dias 17 e 18 de agosto – vai transformar Maringá (PR) num centro de inovação para as engenharias, agronomia e geociências. Ao longo de 30 horas ininterruptas, as equipes trabalharão em busca de soluções para processos mais ágeis e inovadores, que usam a tecnologia com foco na produtividade e eficiência das fiscalizações do Sistema. As três melhores ideias serão premiadas com um total de R$ 9,5 mil.
Organizado pela Aprogeo – Associação Profissional dos Geógrafos do Paraná, com o apoio do Crea-PR e parceria da Unicesumar, o evento colocará os participantes numa disputa de grupos formados por no mínimo quatro e, no máximo, oito membros. Cada time será assessorado por mais dois especialistas nos temas fiscalização, inovação e empreendedorismo, que atuarão num sistema de rotação por equipe. Os projetos devem apresentar soluções digitais para as fiscalizações, com uso de tecnologias como: inteligência artificial, automação, processo eletrônico, plataformas transacionais, robôs de automação (bots), internet das coisas, trabalho colaborativo, big data, realidade virtual e realidade aumentada.
Somente em 2018, foram mais de 27 mil fiscalizações realizadas pelo Departamento de Fiscalização – Defis – do Crea-PR. Para o Presidente do Crea-PR, Engenheiro Civil Ricardo Rocha, o Hackathon é uma oportunidade de alinhar tecnologia, inovação e boas ideias. “A Aprogeo e o Crea sempre tiveram este perfil inovador e disruptivo, mas, mesmo assim, é sempre importante ter alguém com uma visão de fora dando sugestões ou soluções do que podemos melhorar. Hoje, o Crea-PR é um dos modelos para os Creas do Brasil no quesito da fiscalização, temos diversas práticas que nos colocam como referência, e este Hackathon tem tudo para nos dar um leque de opções de melhorias em nossos processos”, comenta.
Os projetos concluídos até o final do Hackathon serão avaliados por uma comissão julgadora, de acordo com critérios de criatividade, originalidade, impacto social, escalabilidade, replicabilidade, qualidade técnica e da documentação e possibilidade de implementação. Segundo o Presidente da Aprogeo, Geógrafo Jorge Campelo, mesmo as soluções que não ficarem no pódio do evento poderão ser utilizadas no futuro. “A nossa intenção é fomentar a inovação, e essa é a tendência da sociedade como um todo: buscar a inovação. Não só nos segmentos profissionais, mas em diversas áreas da sociedade”, explica.
Premiação
Os três melhores projetos serão premiados da seguinte forma:
1º Lugar: R$ 5.000,00
2º Lugar: R$ 3.000,00
3º Lugar: R$ 1.500,00

Inscrições
As inscrições para o Hackathon estão abertas até o dia 7 de agosto, através do site www.hackathondosistema.com.br. O custo por participante é R$30,00, sendo necessário no mínimo quatro componentes por equipe. Confira o regulamento completo do Hackathon.
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.