Brasil

Idosa foi assassinada a bengaladas por colega em casa de repouso

Quatro pessoas foram indiciadas, pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR), pelo assassinato de Malvina Graciana Pereira, de 85 anos, na noite de 12 de novembro de 2018. A idosa foi morta em uma casa de repouso em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, por uma colega que sofria de esquizofrenia.

De acordo com a denúncia, a vítima foi assassinada com a própria bengala depois que surpreendida na cama pela outra idosa. Os testemunhos dos proprietários da casa de repouso, assim como da funcionária que trabalhava no momento do crime, corroboram a acusação. “Era perto da meia-noite, não sei direito o horário, eu sei que era depois das 23h30. E a Maria de Lourdes Pompeu, tem um corredor e lá no final era o quarto da Maria de Lourdes Pompeu, ela saiu do quarto dela, andando esquisito e passou pela sala e em segundos eu já escutei a Malvina gritando.

Eu corri até o quarto e já vi a Maria de Lourdes Pompeu dando bengaladas na Malvina”, contou Tatiane Aparecida Turski Domingos Ribeiro, funcionária do local, à polícia.

(Fonte: RicMais) 
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.