Cidades

Pai é preso após confessar morte da filha

O pai da terapeuta ocupacional Aline Miotto Nadolny, de 27 anos, foi preso preventivamente - por tempo indeterminado - nesta quinta-feira, 13, em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba. Ela foi encontrada morta, em 6 de junho, ao lado da Colônia Penal Agrícola de Piraquara. Pela manhã, Luiz Carlos Nadolny, de 48 anos, prestou depoimento à polícia e confessou o crime. A motivação, segundo ele, foi um problema familiar. 

A prisão foi autorizada pelo juiz Rubens dos Santos Junior, da Vara Criminal de Piraquara. Segundo a polícia, o corpo da terapeuta foi encontrado pelo marido dela. Ele relatou à polícia que a mulher tinha desaparecido na manhã do mesmo dia. O corpo da jovem tinha sinais de violência, com ferimentos no rosto. Conforme a polícia, ela foi enforcada com um cachecol, que pertencia à vítima. A jovem Aline Miotto Nadolny era natural de São Lourenço do Oeste/SC, e estava morando em Curitiba com o companheiro, no bairro Alto da XV.

 Fonte: G1
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.