Dormir com quem ronca é prejudicial à saúde! - Cantu em Foco - O seu site de notícias da Cantu

Últimas

sábado, 8 de junho de 2019

Dormir com quem ronca é prejudicial à saúde!

Todo mundo sabe que dormir ao lado de alguém que ronca é terrível, mas o que muitos não imaginam é que o roncador pode prejudicar a saúde de quem dorme ao seu lado. Uma pesquisa feita pelo Imperial College London que analisou a influência da poluição sonora durante o sono, descobriu que até mesmo o barulho do ronco pode desencadear fatores graves à saúde como a hipertensão. Isso porque, qualquer ruído noturno interrompe o ciclo natural do sono, despertando a pessoa e elevando sua pressão arterial. 

 De acordo com os cientistas, esse efeito só ocorre quando a intensidade do barulho ultrapassa 35 decibéis. Esse nível é comparado ao som de um avião que passa, do tráfego de carros na rua ou ao ronco de uma pessoa, que pode ter a mesma intensidade destes barulhos externos. Além de elevar a pressão arterial, a pessoa que dorme com um roncador, pode sofrer também com dores no corpo e cansaço ao longo do dia. A pessoa que dorme ao lado do roncador desperta com o barulho do ronco, normalmente aos sustos e o corpo não consegue ficar relaxado como deveria durante a noite. Com isso, a pessoa não consegue descansar o quanto deveria para recuperar suas energias e os efeitos de uma noite mal dormida acumulam-se durante o dia.

Segundo especialistas, pessoas que dormem ao lado de roncadores sofrem três vezes mais cansaço durante o dia e tem duas vezes mais dores pelo corpo, comparando com quem dorme tranquilamente ao lado de não roncadores. Além disso, vítimas de roncadores também reclamam de angústia e ansiedade, afirma a pesquisa. Como resolver a questão? A boa notícia é que o problema do ronco tem solução! Primeiro de tudo e o que muitos tem dificuldade em fazer é perder peso. Sim! Afinal, quando engordamos, não o fazemos só na barriga, mas sim no corpo todo. Isso inclui o pescoço e a garganta que, com aumento na quantidade de tecido, acaba fechando as vias respiratórias. Mas se o problema do ronco não for o excesso de peso, as causas do ronco devem ser averiguadas para que um tratamento adequado seja começado.

Nenhum comentário: