Cidades

Bebê com sinais de violência sexual morre após dar entrada em hospital, em Arapongas

A polícia foi até a casa da bebê que morreu vítima de estupro em Arapongas e encontrou mais duas crianças – uma recém-nascida e outra de 4 anos. Segundo a equipe policial, a mãe, Eduarda da Silva Bernardo, não demonstrou nenhuma reação à morte da filha de 1 ano. O pai, Roger da Silva Ribeiro, já tinha um mandado de prisão por tráfico de drogas e foi levado à delegacia. As outras crianças foram encaminhadas para o Conselho Tutelar. O casal tinha outra criança, que morreu há pouco mais de um ano e a causa da morte será investigada.
A criança de apenas um ano de idade foi levada pelo pai para a UPA, que afirmou que a filha estaria passando mal. Quando foi examinar a criança, o médico percebeu que ela já estava sem vida e com hematomas na vagina e no ânus e uma perfuração no pescoço. Exames confirmaram que a bebê foi vítima de estupro.
A polícia e o Conselho Tutelar foram acionados. O corpo da menina foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

Cobra News
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.