Saúde

Quais mudanças ocorrem no seu corpo se você parar de comer pão

Desde tempos imemoriais, o pão é parte integrante da nutrição humana. Ultimamente, as dietas sem carboidratos tornaram-se moda e cortar a farinha é um passo importante para um estilo de vida saudável. Milhares de blogueiros costumam compartilhar suas histórias sobre o que mudou em suas vidas desde que abandonaram os produtos com farinha. Seus resultados são surpreendentes: eles melhoram a condição da pele, conseguem perder peso, são cheios de energia. Mas será que tudo o que dizem é verdade?
No Incrível.club decidimos esclarecer a situação e estamos dispostos a compartilhar nossa própria coleta de dados sobre o tema “Que tipo de pão é mais saudável?”. Então... não perca esse post e tire suas próprias conclusões.

Pão branco vs. pão integral

Não temos nada contra o pão integral, nem contra o pão de centeio, aveia ou o farelo de trigo. Estes produtos alimentares são definitivamente benéficos para o corpo. Não é de surpreender que alguém possa sobreviver o suficiente comendo apenas pão de centeio e bebendo água potável. Mas o pão branco é uma história completamente diferente. No século XX, a farinha começou a ser produzida industrialmente, o que piorou significativamente sua qualidade. Portanto, recomendamos que você evite o pão branco feito com farinha refinada. Em seguida, explicamos porque você deve fazê-lo.

Razão 1: produto alimentício inútil

Inicialmente, o grão de trigo é rico em vitaminas. Mas durante o processamento do grão e da farinha, todos os nutrientes simplesmente desaparecem. A farinha branca refinada retém apenas 30% das substâncias úteis e perde suas propriedades benéficas em 2 semanas. E qual é a vida útil da farinha? São 12 meses. Ou seja, o pão branco adorado por todos é feito de um pó branco inútil, chamado farinha refinada.

Razão 2: Falta de sabor

Você deve admitir que o pão branco não tem sabor. Mas é precisamente por isso que muitas pessoas o escolhem: não interfere no sabor da comida que o acompanha, seja carne, sopa, queijo ou qualquer outro alimento. Mas isso não as melhora, como poderia fazer o pão integral.

Razão 3: toxicidade

No mundo moderno, o trigo é cultivado em larga escala. Para aumentar sua produção e torná-la mais rápida, ele é pulverizado com pesticidas e, para mantê-lo livre de roedores e fungos, é tratado com diferentes compostos químicos. Mas isso não é tudo. Para tornar a farinha mais branca, os fabricantes usam as mesmas substâncias para o branqueamento de roupas que a lavanderia: peróxido de benzoíla, pirossulfatos de sódio e cálcio e dióxido de cloro. Você deve sempre descobrir se o pão que compra é feito de farinha refinada ou orgânica. A refinada passa por todas as etapas do processo descrito acima.

Razão 4: erupções na pele

Nós somos o que comemos. E se uma pessoa comer muitos produtos de farinha, isso certamente afetará sua pele. A erupção cutânea é geralmente o resultado da reação ao glúten contido no pão. O glúten praticamente não é excretado do corpo e se acumula nas paredes do trato gastrointestinal, danificando suas vilosidades. Com o tempo, interrompe a função de absorção de nutrientes por essas fibras. Portanto, verifique sua dieta antes de voltar para a esteticista.
É outro caso em que podemos culpar o glúten: ele afeta a integridade das células no intestino e, portanto, a pessoa adquire vários distúrbios do sistema digestivo. O pão de trigo integral contém um elemento muito importante para o corpo humano: a fibra. E os produtos de farinha refinada praticamente não a contêm. Apenas 5 a 6 pedaços de pão integral por dia fornecem a quantidade diária de fibra. Se você quiser obter a mesma quantidade de fibras de legumes e frutas, terá de comer 14 maçãs, ou 21 cenouras, ou 25 tomates, ou ainda 2,3 ​​kg de pepino.

Razão 6: Envelhecimento prematuro

Como você deve ter notado, o pão branco é um produto carente de nutrientes. Ao comer alimentos que não contêm vitaminas necessárias, nosso corpo não consegue manter o frescor e a juventude. Portanto, os consumidores de farinha podem parecer mais velhos que sua idade.

Razão 7: Vício

O pão vicia. A farinha proporciona uma incrível liberação de açúcar no sangue e, como resultado, a produção do hormônio insulina. Você comeu apenas uma pouco de farinha, mas seu nível de açúcar subiu e em seguida baixou rapidamente. É por isso que pode ter vontade novamente de comer carboidratos rápidos, para sentir uma onda de energia. Um salto repentino nos níveis de açúcar no sangue pode até levar ao diabetes.

Razão 8: sobrepeso e obesidade

É uma das razões mais importantes para muitos, quando se trata de excluir a farinha da alimentação diária. Mais de 70% das pessoas que excluem abruptamente o pão da sua dieta perdem peso nas primeiras 2 semanas. 100 g de farinha de refinada contém apenas 0,6 g de fibra, e o resto do seu conteúdo deposita-se visivelmente nas suas coxas, laterais e abdômen na forma de pneuzinhos. O pão tem um índice glicêmico ainda maior do que as barras de chocolate. E o amido contido nos produtos de panificação se quebra rapidamente no trato digestivo e entra na corrente sanguínea na forma de glicose, o que significa que você logo sentirá fome de novo.

Tenha cuidado e se acostume a estudar a composição dos produtos que compra

Você está disposto a eliminar o pão da sua dieta?
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.