Brasil

Mulher que tentou ajudar Ricardo Boechat revela que ‘Estava vivo e queimando’


A Band está fazendo a cobertura da morte do jornalista Ricardo Boechat e Datena no começou teve dificuldades de falar e precisou se ausentar um pouco e depois voltou, após se recompor.

Mas, entre as muitas reportagens exibidas, nenhuma chamou tanto a atenção como a declaração de uma mulher que estava na delegacia, prestando depoimento, e contou à repórter da Band que foi a primeira pessoa a chegar ao local do acidente.

Ela disse que viu o helicóptero caindo e atingindo um caminhão que passava pela rodovia. Depois ela foi até o local e viu Ricardo Boechat pedindo ajuda; o jornalista chegou a estender a mão para ser socorrido, só que ela informou que foi impedida por um homem, que avisou que não poderia fazer aquilo, pois poderia ser puxada por ele e morrer também.

Ela ficou em pânico e disse que logo em seguida houve uma explosão e, então, o jornalista ficou entre as chamas.


 Nas redes sociais e também em grupos do WhatsApp, circulam vídeos mostrando o momento em que o helicóptero caiu e depois ficou em chamas. Ricardo Boechat e o piloto da aeronave morreram no local, mas o motorista do caminhão foi resgatado com vida.

O acidente aconteceu no km 22 da rodovia Anhanguera, sentido Jundiaí, por volta das 12 horas desta segunda-feira (11). Boechat esteve em Campinas, onde fez uma palestra e pegou o helicóptero rumo a São Paulo.

Para salvar o motorista do caminhão, algumas pessoas que estavam passando no local tentavam abrir a porta do veículo e até retirar o vidro quebrado. O homem estava consciente, mas sem entender o que tinha acabado de acontecer.

Fonte:1News
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.