Cidades

Acusado de matar mulher com taco de beisebol é condenado a 25 anos de prisão, em Ponta Grossa

Anderson Barbosa de Paula, acusado de matar a mulher com um taco de beisebol, foi condenado a 25 anos de prisão. O julgamento terminou na tarde desta quinta-feira (31), em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná.
O crime aconteceu em julho de 2017, no bar onde eles eram sócios e viviam juntos. 
De acordo com o Ministério Público, Juliana Nunes, que tinha 33 anos, levou 14 tacadas na cabeça. 
Anderson, de 41 anos, foi condenado por homicídio triplamente qualificado, por motivo torpe, meio cruel e feminicídio - quando a violência é praticada contra a mulher por razões da condição de sexo feminino.
Ele está preso desde o dia do crime, quando foi detido em Foz do Iguaçu tentando fugir para o Paraguai. 

Intervalo da Noticias
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.