Mundo

Onda de frio atinge os EUA e autoridades pedem para as pessoas ficarem em casa

Uma onda de frio que não é vista há muitos anos está atingindo o Meio-Oeste, Leste e Norte dos Estados Unidos e as autoridades pedem que as pessoas fiquem em casa, já que em temperaturas extremas o corpo pode congelar em questão de minutos. Temperaturas tão baixas nesses locais não eram vistas desde a década de 90.

“Estas são condições muito perigosas e podem levar a queimaduras na pele exposta em apenas cinco minutos”, tuitou o escritório do National Weather Service. “A melhor coisa que você pode fazer é limitar seu tempo do lado de fora”.

Ao menos 212 milhões de pessoas devem enfrentar temperaturas abaixo de zero. Wisconsin, Michigan, Illinois, Alabama e Mississippi declararam estado de emergência por causa do frio. De acordo com NWS, 75% da população nos Estados Unidos será submetida a temperaturas abaixo de zero até domingo 3.

Em Chicago, no estado de Illinois, a previsão é de que as temperaturas cheguem a até -33°C, com ventos que podem fazer a sensação térmica se aproximar de -46°C. Ao menos 60 centímetros de neve são esperados em Wisconsin. Também deve nevar em estados do sul do país, como Alabama e Geórgia.

Em Minnesota, os meteorologistas afirmam que a sensação térmica pode chegar a -53°C ou até menos. A cidade de Minneapolis tem mínima prevista para esta quarta de -31ºC. No norte do estado, as mínimas chegam perto dos -40°C. A temperatura mais baixa já registrada em Minnesota foi de -51°C, em 1996.

Sul da Flórida

O Sul da Flórida não é atingido por essa massa polar de forma tão intensa, mas não fazia tanto frio numa tarde como a de segunda-feira (28) desde 2014. Até domingo, os termômetros ficarão entre os 50ºF e 60ºF.
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.