Brasil

‘Sou juiz federal’: depois de tomar todas, cliente dá calote e ameaça dono de bar

Dono de uma tabacaria localizada na Rua Euclides da Cunha, em Campo Grande, procurou a polícia na madrugada desta sexta-feira (2) depois de levar calote e ser ameaçado por um cliente de 41 anos. Para tentar intimidar, o suspeito chegou a dizer que era juiz federal e que fecharia o estabelecimento.
À polícia, o proprietário disse ser comum que o autor vá até o local e perturbe clientes e funcionários. No fim da noite de quinta-feira (1), frequentadores do bar teriam reclamado de atitudes do suspeito que foi convidado a se retirar do local.
Após pagar a conta, o homem abriu nova comanda e voltou a consumir. No entanto, no momento de fazer o pagamento da segunda ficha, negou que tivesse bebido os produtos listados. Para não ter problemas, o dono da tabacaria abriu mão do valor e pediu para que o autor se retirasse do estabelecimento e não retornasse mais.
Já do lado de fora, o suspeito passou a gritar que iria fechar o bar pois era juiz federal. Com medo de que o estabelecimento fosse prejudicado, o dono do local procurou a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro onde o caso foi registrado.
Midia Max
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.