Nova Laranjeiras

Professor e ex-reitor da UFFS espanca enteado de 11 anos e é preso no Paraná

Um Professor formado em Doutorado e ex reitor da UFFS (Universidade Federal da Fronteira Sul)  foi preso em  flagrante  após espancar violentamente o filho de apenas 11 anos de idade. 
Foram socos, chutes e um surra cabo de reio, conforme relato da própria criança para Policia Civil. O caso aconteceu em Laranjeiras do Sul, região central do Paraná.
Segundo Dr Helder Lauria, delegado Chefe da 2ªSDP, há outros casos na delegacia envolvendo surras exageradas dentro de outras famílias, mas neste caso em especial a surra passou dos limites. Foi um verdadeiro espancamento que durou vários minutos.
A sociedade de Laranjeiras do Sul está revoltada com o caso e espera justiça. Alunos da universidade já marcam assembléia para decidir o que fazer com o professor. O caso chocou a cidade. O “doutor” ficou preso durante a madrugada, mas pela manhã pagou a fiança de R$2.5mil e foi solto.
“Mais amor, por favor”.

Fonte:Eder Borges
Cantu em Foco

3 comentários:

Um Dois Três de Oliveira Quatro disse...

Li em outro site "bem Paraná" que a motivação do espancamento foi pq o cara é petista e o filho estava comemorando a vitória de Bolsonaro. Essa informação procede ?

M. Margareth disse...

Não procede! O povo já aproveitou para criar uma fake new atribuindo uma causa vinculada a politica. Espancamento, infelizmente.

Unknown disse...

...não existe justificativa para um crime desse, espancar uma criança, revoltante! é um crime monstruoso.

Tecnologia do Blogger.