Brasil

Lula pediu para Haddad não o visitar mais na Policia Federal onde está preso

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pediu que o candidato do partido ao Planalto, Fernando Haddad, deixe de visitá-lo na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba para se concentrar na campanha.

A informação é da presidente do partido, senadora Gleisi Hoffmann. "[Lula] mandou um recado para mim. Manda o Haddad fazer campanha, não precisa mais vir aqui", disse.
"Nós estamos com um curto espaço de tempo. Nós temos que aproveitar as próximas semanas, as duas segundas, para que efetivamente a gente faça a campanha, as conversas que a gente precisa fazer e ganhe essa eleição", afirmou Gleisi.

Haddad visitou Lula em todas as segundas desde que foi oficializado como candidato do partido, em 11 de setembro. A última visita foi ontem, horas depois do resultado de primeiro turno das eleições que o colocou no segundo turno com Jair Bolsonaro (PSL). Desta vez última vez, porém, Haddad não concedeu entrevista aos jornalistas na frente da PF, como de costume, e escolheu um hotel em Curitiba para receber jornalistas.

A campanha de Haddad no segundo turno deverá se concentrar no Sul e no Sudeste, onde seu adversário, Jair Bolsonaro (PSL), teve ampla vantagem. Segundo o governador reeleito do Maranhão pelo PCdoB, Flávio Dino, a ações no Nordeste ficarão a cargo dos governadores aliados, como ele.

UOL Notícias
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.