Cidades

Governo instala projeto Patrulha Maria da Penha em Paranavaí

O projeto Patrulha Maria da Penha, que já está instalado em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, e em Guarapuava, na região central do Paraná, chegou nesta terça-feira (16), a Paranavaí, no Noroeste do Estado. O município recebeu uma viatura exclusiva para atendimento às ocorrências de violência doméstica, orientações às vítimas e encaminhamento dos suspeitos à Polícia Civil. O veículo foi entregue ao 8º Batalhão da Polícia Militar de Paranavaí.
Desenvolvido pelo Governo do Estado e a Polícia Militar, o projeto tem em Paranavaí a parceria da prefeitura, da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), por meio do Núcleo Maria da Penha, e conta com o apoio do Poder Judiciário e da Promotoria. A proposta é fazer o acompanhamento das mulheres que possuem medidas protetivas, com o objetivo de inibir agressões e garantir o cumprimento da determinação judicial. Os policias que atuarão no projeto passarão por nivelamento de conhecimentos para atender esses casos.
A instalação do projeto e a entrega do veículo em Paranavaí ocorreram durante a I Mesa Coordenada sobre Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, organizado pelo Núcleo Maria da Penha (Numape) da Unespar, em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde. O prefeito de Paranavaí, Carlos Henrique Rossato Gomes, disse que o número de casos de violência contra a mulher é crescente em Paranavaí e que o projeto vai contribuir para fortalecer a proteção. “Com uma patrulha policial específica poderemos proteger melhor a integridade da mulher, preservar vidas”, disse ele. “É importante a sensibilidade da governadora, de disponibilizar veículos em uso administrativo para esse trabalho”, afirmou.
Segundo o tenente Claudes de Araújo, porta-voz da PM de Paranavaí, a viatura dará suporte grande ao serviço rotineiro dos policiais, só que agora com a especificidade no atendimento as mulheres vítimas de violência. “Esse atendimento específico, com o efetivo capacitado, trará um retorno para todos os órgãos participantes da rede de combate à violência contra a mulher”, disse. “A viatura é toda equipada para rádio patrulhamento, as pessoas poderão entrar em contato diretamente com os policiais, que ficarão a disposição das vítimas, caso elas precisem de um contato posterior”, explicou.
FORTALECER – A união de forças para o trabalho combate à violência e proteção da mulher é imprescindível, afirmou o diretor da Unespar, professor Edmar Bonfim de Oliveira. Ele lembrou que o Núcleo Maria da Penha (Numape) da Universidade foi criado no fim do ano passado e que presta atendimento às mulheres com uma equipe formada por psicólogo, advogado e assistente social. “O Numape atende a comarca de Paranavaí e tem contribuído muito. Agora, a Patrulha Maria da Penha vem reforçar esse trabalho”, disse ele.
O juiz Rodrigo de Mazi, palestrante do evento, também definiu como imprescindível o trabalho em rede. Na sua palestra, ele mostrou alguns projetos desenvolvidos no âmbito do Poder Judiciário com colaboração de outros setores. “Esses projeto têm dado certo, um deles é o Patrulha Maria da Penha”, informou. “Acredito que a união de forças seja imprescindível, todo o trabalho tem de ser feito em parceria, em rede”, afirmou o juiz, que no evento falou sobre mecanismos de defesa da mulher, legislação e direitos da mulher.
FROTA – Os veículos utilizados nas Patrulhas Maria da Penha são da frota do Governo do Estado, que estavam em uso administrativo e passam a ser utilizadas na área operacional, em áreas importantes para a população O secretário da Comunicação Social e presidente da Rede Paraná Educativa, Alexandre Teixeira, cedeu os dois carros que estavam à disposição nos cargos. Um deles foi para Colombo e o outro para Guarapuava. A viatura da Patrulha Maria da Penha de Paranavaí também foi cedida pela Secretaria da Comunicação Social
PRESENÇAS - Pela Polícia Militar, participaram do evento o comandante do 3º Comando Regional da PM, coronel Antônio Carlos de Morais, que representou a comandante-geral da PM, coronel Audilene Rosa de Paula Dias Rocha; o capitão Orlando Lázaro da Silva; o subcomandante do 8º Batalhão, major Jefferson Luiz de Souza, oficiais e praças da corporação que atuam na região.
Também participaram o promotor público de Paranavaí, Robertson de Azevedo; a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Leonor Araújo Cardoso; a coordenadora do Numape da Unespar, professora Maria Inez Barbosa Marques; a delegada da Mulher, Fernanda Bertoco Mello; a secretária municipal da Assistência Social, Tasiane Cristina de Souza.
AEN
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.