Brasil

Ex-jogador do Coxa foi morto por alguém que estava com muita raiva, diz polícia

O assassino do jogador de futebol Daniel Correa Freitas, 25 anos, encontrado morto no sábado (27), na Estrada do Mergulhão, área rural de São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, está sendo procurado pela Polícia Civil. Para a investigação, a forma brutal da morte aponta para sentimento de raiva de uma ou mais pessoas, que participaram do crime. Ele estava com várias facadas pelo corpo e teve o pênis decepado. O meia Daniel jogou pelo Coritiba no passado e também atuou em times como Botafogo e São Paulo. Atualmente, estava no São Bento.
A família do jogador esteve na Delegacia de São José dos Pinhais para registrar Boletim de Ocorrência e seguir com a liberação do corpo, no Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba. Eles serão ouvidos na sequência, mas a polícia garante que as investigações estão bastante avançadas.
O superintendente Edimilson Pereira da DP disse à Banda B que o crime foi cometido com muita raiva. “Agora, por meio de declarações, vamos checar onde estava morando e o que aconteceu. Foi algo com bastante maldade, quem fez estava com muita raiva. Tudo isso será apurado. Possivelmente, foi uma morte dolorosa, não morreu no momento”, detalhou.
A Polícia Civil informou que não passará mais detalhes, por ora, para não atrapalhar o andamentos das diligências policiais.

Crime


O corpo do jogador foi encontrado em uma estrada de terra perto da Rua Augusto Micrute, na Colônia Mergulhão. Moradores que passavam pelo local viram o corpo e acionaram a polícia.
Há suspeita que o corpo tenha sido arrastado para um matagal por cerca de 30 metros. A Guarda Municipal informou que havia dois cortes profundos no pescoço da vítima, além de ter a cabeça quase degolada e a genitália cortada. A princípio, o órgão não foi encontrado no local.
Banda B
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.