Cidades

Evento debate alimento saudável como garantia de qualidade de vida

Em comemoração ao Dia Mundial da Alimentação, a Secretaria de Estado da Saúde promoveu nesta terça-feira (16) um ciclo de palestras para debater hábitos saudáveis e qualidade de vida. O encontro contou com a participação de aproximadamente 100 profissionais e técnicos da área da saúde, esporte e educação, além da participação da Pastoral da Criança.
As apresentações foram transmitidas por videoconferência para as 22 Regionais de Saúde do Paraná. O secretário estadual da Saúde, Antônio Carlos Nardi, abriu o evento e falou sobre a importância do Programa Paraná Saudável, que estimula a alimentação saudável desde a infância nas escolas públicas e particulares do Estado.
“Este momento é histórico, porque reúne o tripé da mudança e promoção do comportamento saudável. A saúde, educação e o esporte devem estabelecer ações em parceria para estruturação de um Estado mais rico e com qualidade de vida”, disse o secretário. Segundo ele, as crianças saudáveis serão adultos saudáveis e isso requer ações para evitar a obesidade e o aparecimento precoce de doenças crônicas, como diabetes e hipertensão.
O secretário estadual do Esporte e do Turismo, João Carlos Barbiero, disse aceitar o desafio de construir um Paraná mais ativo. “Como pai, percebo que as minhas atitudes influenciam diretamente na vida das minhas filhas. Sou eu que levo os alimentos nutritivos ou não para dentro de casa”, afirmou. “Como representantes do Governo do Estado, temos que estimular os cidadãos, e é isso que o Programa Paraná Saudável estabelece. É um desafio, mas tenho certeza que podemos fazer a diferença na vida de muitos paranaenses”, acrescentou.
QUALIDADE DE VIDA - No evento deste ano, o principal objetivo foi divulgar a importância do fornecimento de alimentos saudáveis e seguros para a população, buscando a promoção da saúde e a qualidade de vida.
A coordenadora do desenvolvimento infantil da Pastoral da Criança, Irmã Veroni Medeiros, falou sobre a iniciativa do Estado ao destacar que concorda que dois fatores são fundamentais para o desenvolvimento da criança, que é o cuidado alimentar e o afetivo. “É notável como o Governo do Estado está desenvolvendo possibilidades para cuidar da alimentação e garantir a qualidade de vida da população”, disse a coordenadora.
O diretor-presidente da Fundepar, José Roberto Ruiz, reforçou a importância de fornecer alimentação saudável nas escolas e informou que já está tramitando a lei que prevê a alimentação 100% orgânica nas escolas do Paraná em um cronograma gradual de implantação. Ele disse que atualmente 10% dos alimentos oferecidos nas escolas são orgânicos.
A superintendente de Vigilância em Saúde, Júlia Cordellini, ressaltou a importância do evento pela diversidade dos temas que envolvem o Dia Mundial da Alimentação e por sua intersetorialidade. Ela destacou ainda a relevância das ações desenvolvidas pela vigilância sanitária estadual e municipais visando garantir a segurança e qualidade dos alimentos oferecidos à população.
Segundo Cordelline, existem três pontos fundamentais na questão da segurança alimentar. Primeiro é a confiança, saber se o que está comendo é seguro, sendo a rastreabilidade uma ferramenta fundamental para isso. Depois saber se o alimento é saudável, se atende às boas práticas de fabricação e manipulação, mantendo sua identidade e qualidade. Por último, é fundamental a garantia do valor nutricional do alimento, porque é isso que garante a energia e qualidade de vida. “Estamos orgulhosos de poder comemorar este Dia Mundial da Alimentação sabendo que o Governo propõe alternativas estratégicas para uma vida melhor e mais segura”, afirmou.
ESTÍMULO - O Programa Paraná Saudável é desenvolvido em parceria pelas Secretarias de Estado da Saúde, Esporte e Educação e promove a cultura da alimentação saudável e a prática regular de exercícios.
Os materiais educativos do projeto incluem cartazes, banners, folderes, caderno de atividades para as crianças e apostila de apoio para os professores.
Os materiais são disponibilizados gratuitamente a escolas e outras instituições ligadas à infância. A solicitação pode ser feita pelo e-mail saude@sesa.pr.gov.br.

AEN
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.