Paraná

852 candidatos estão inscritos no Vestibular Indígena

Começa no próximo domingo (21) o XVIII Vestibular dos Povos Indígenas no Paraná. Com participação recorde, a edição deste ano tem 852 candidatos inscritos. Em 2017 foram 754. No total, serão 52 vagas disputadas, sendo seis vagas para cada universidade estadual e dez disponíveis na Universidade Federal do Paraná.
O vestibular é dividido em duas etapas. No domingo (21) acontece a prova oral, quando o candidato é entrevistado por uma banca formada por dois profissionais voltados ao trabalho com a temática indígena e à diversidade étnica. Na segunda-feira (22) será a vez da prova de redação e conhecimentos gerais, com questões de Língua Portuguesa, Matemática, Física, Química, Biologia, História, Geografia e Língua Estrangeira Moderna ou Língua Indígena, sendo o Guarani e Kaingang.
Para a vice-presidente da Comissão da Universidade para Índios (Cuia), Juliane Sachser Angnes, o aumento no número de inscritos, que vem acontecendo a cada ano, se deve, principalmente, à oferta de ensino médio nas terras indígenas do Paraná. “Devido a esta possibilidade, os estudantes indígenas são motivados a buscarem a formação de ensino superior. Outro fator é a necessidade e relevância que as populações indígenas atribuem a uma formação escolar como forma para lutas referentes à garantia dos direitos básicos constitucionais”, destaca.
SUPORTE - A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) é a responsável pela realização desta edição, que a cada ano tem uma universidade pública do estado à frente do processo seletivo. As provas serão aplicadas no Colégio Estadual do Campo Professor Júlio Moreira, Centro de Capacitação de Faxinal do Céu, à Avenida Faxinal do Céu, s/n, município de Pinhão, Paraná.
Os candidatos recebem todo o suporte necessário durante os dias de prova como transporte, alojamento e alimentação. Segundo Juliane Angnes o domínio da língua portuguesa está entre as principais dificuldades dos estudantes no vestibular. “É uma segunda língua para a maioria deles o que torna o processo mais difícil diante da prova oral.”
Diferente do vestibular tradicional, os cursos são escolhidos pelos candidatos indígenas após a aprovação no vestibular, ou seja, no momento da matrícula. O resultado do XVIII Vestibular dos Povos Indígenas no Paraná será divulgado até o dia 30 de novembro no site www.cps.uepg.br/vestibularindigena.

Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.