Guarapuava

Recém-nascido é encontrado morto dentro do guarda-roupa em Guarapuava

Um recém-nascido foi encontrado morto pela tia dentro do guarda-roupa, nesse sábado (22 de setembro), em Guarapuava. A jovem de 18 anos que escondeu a gravidez da família, deu a luz ao bebê e colocou-o dentro do guarda-roupa enrolado em um cobertor preso com tiras.
O caso chegou até a polícia, após a equipe policial ser acionada por uma médica do Instituto Virmond (Hospital Santa Tereza ), que atendeu a mãe do recém-nascido.  No local a médica informou os policiais que uma jovem de 18 anos, que não teve o nome divulgado pela polícia, foi encaminhada pela UPA Batel até ao hospital, pois ela estava com uma hemorragia severa na região do útero, a qual posteriormente foi internada.

Ainda segundo a médica, a paciente estava acompanhada de sua tia, a qual informou a equipe medica que a mãe do bebê teria pedido ajuda a ela, pois estava com um sangramento severo e ao chegar no quarto para limpá-lo se deparou com o local cheio de sangue e com um rastro que levava até o guarda-roupas, sendo que ao abri-lo localizou um recém-nascido, enrolado em um cobertor amarrado com tiras, segundo ela, ele já estaria em óbito.

Ainda segundo a mulher, ao se deparar com o recém-nascido ela levou ele juntamente com o cobertor, até onde estava internada a mãe da criança e entregou a equipe médica. A doutora perguntou a jovem o que teria ocorrido, a mesma informou que o bebê teria nascido morto.
A polícia entrou em contato com os familiares, que informaram não saber que ela estava gravida. Com a equipe no local foi entrado em contato com o delegado de plantão da 14ª SDP, que o mesmo orientou a equipe que fizesse a identificação dos envolvidos e encaminhasse a tia da jovem para prestar depoimento na delegacia.
(Foto: Ilustrativa)/Gr mais noticias
Cantu em Foco

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.